Programação especial marca o 2º aniversário do Parque Jardim Botânico de Florianópolis
24/09/2018
Projeto de marina estimula debate sobre insegurança jurídica em Florianópolis
24/09/2018

Qual a sua percepção sobre a cidade de Florianópolis e a chancela Cidade Criativa Unesco?

A partir de intercâmbio realizado na Itália, estudante de Gastronomia iniciou pesquisa sobre a participação de Parma (IT) e Florianópolis (BR) na Rede de Cidades Criativas da Unesco.

O projeto de pesquisa de Queren G/rardi, aluna do Curso Superior em Gastronomia do IFSC-Florianópolis, está na segunda etapa de desenvolvimento. A primeira foi realizada na cidade italiana de Parma, onde também foi aplicado um questionário investigando o conhecimento das pessoas em relação ao título Cidade Criativa Unesco. Agora, de volta a Florianópolis, Queren aplicará a mesma metodologia para concluir o trabalho. Precisa agora do envolvimento de pessoas que conheçam bem Florianópolis para responder o questionário e o compartilhamento deste para ampliar o universo da sua pesquisa.

Para conhecer a Queren e saber um pouco mais da trajetória dela, leia o depoimento que ela nos enviou. Ao final está o link para o questionário.

“Comecei minha vida acadêmica no curso de psicologia da UFRGS, mas alguns semestres depois percebi que a minha verdadeira paixão era a gastronomia. Desisti da federal para fazer um curso de confeitaria e em seguida trabalhei por 2 anos como confeiteira em Porto Alegre. Reconheci a necessidade de ampliar ‘meus horizontes’ na área e, acreditando que a faculdade me proporcionaria tal experiência, me mudei pra Floripa em 2016 para cursar Gastronomia no IFSC.

Durante o curso, conheci o Núcleo de Estudos em Gastronomia (NEG) coordenado pela Profa. Fabiana Mortmer Amaral, que visa mapear frutas nativas e com elas desenvolver produções gastronômicas valorizando produtos de Santa Catarina. Sob orientação do Prof. Fernando Goulart Rocha, participei de um dos projetos de extensão do NEG, promovendo oficinas gastronômicas com frutas nativas para crianças da rede pública de ensino aqui em Floripa. Foi um trabalho muito bem recebido pelos estudantes, resultando em uma cartilha com receitas e atividades didáticas.

Na metade do curso, me candidatei e fui aceita na Universidade de Parma, na Itália. Através de um acordo de cooperação internacional com o IFSC e apoio financeiro da família, tive a oportunidade de ficar um ano em intercâmbio no curso de Ciências Gastronômicas da UNIPR. Durante esse período descobri que Parma fazia parte da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, assim como Florianópolis, e, dessa forma, surgiu a ideia de escrever meu trabalho final sobre a participação das duas cidades na rede. O objetivo é analisar o caso de ambas cidades, verificando quais são as estratégias que cada uma usa para promover o título de Cidade Criativa UNESCO, como estão se desenvolvendo os objetivos prefixados nas candidaturas e de que forma essas ações são percebidas pela população local e turistas.

Para isso, meu trabalho se dividiu essencialmente em duas partes: a primeira, em Parma, onde conheci o grupo gestor local, que compartilhou comigo suas estratégias para a promoção da chancela UNESCO, através de documentos e reuniões. Em conjunto com minha orientadora no IFSC, Profa. Fabiana Amaral, desenvolvemos e aplicamos um questionário que visa fornecer alguns dados, como por exemplo, o nível de informação das pessoas em relação ao título de Cidade Criativa UNESCO.

De volta a Florianópolis, estou na segunda parte do meu projeto, replicando a mesma metodologia utilizada em Parma para então concluir o trabalho. Pesquisas nessa área ainda são muito poucas, mas de grande importância para as cidades. Os dados obtidos podem ajudar os grupos gestores a ter um panorama mais completo das suas ações e assim desenvolver estratégias melhor direcionadas e mais produtivas.”

Link para o questionário: https://pt.surveymonkey.com/r/LG2CXFN

(Observatório da Gastronomia, 21/09/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *