Quadras da Beira-Mar Norte terão campeonatos de beach tennis, futevôlei e vôlei de praia
28/09/2018
Os serviços de gastronomia
28/09/2018

Encontro debate Indústria Criativa e Conteúdo Infantil

A demanda por produções nacionais de longas-metragens de animação, séries e games aumentou consideravelmente nos últimos anos. Para se ter ideia, só no ano passado foram lançados sete longas do gênero, batendo o recorde anterior de quatro filmes em 2014. Com foco nesse setor em expansão, a 17ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis promove, de 20 a 27 de outubro, o 1º Encontro da Indústria Criativa da Região Sul – Animação, Games e Conteúdo Infantil. O objetivo é reforçar o potencial das indústrias de animação e games de Santa Catarina e consolidar a vocação de Florianópolis em relação à produção de conteúdo para a infância. “É um incentivo para formar e capacitar o mercado e construir, junto aos estados do Paraná e Rio Grande do Sul, uma indústria criativa de nível internacional”, explica Luiza Lins, diretora da Mostra de Cinema Infantil e idealizadora do Mercado e Conteúdo junto com Arthur Nunes, da Plot Kids.

Na programação do encontro, que acontece na ACATE – Associação Catarinense de Tecnologia, estão previstas palestras, workshops e reuniões da indústria local, além da participação de grandes produtoras de conteúdo infantil e importantes nomes do mercado nacional de animação, como Jonas Brandão (Split – SP), Bruno Honda (MSP – SP), Luciana Eguti e Paulo Muppet (Birdo – SP), Beth Carmona (ComKids), Zé Brandão e Juliano Enrico (Copa – RJ) e os convidados Renato dos Anjos, supervisor de animação de ‘Zootopia’, 55ª animação do Estúdio Walt Disney, e Marcela Rincón, diretora da animação ‘O Livro de Lila’, filme que teve sua pré-estreia nacional na Mostra deste ano, e também diretora da série infantil Guilhermina e Candelário, da Colômbia.

Segundo Nunes, o Brasil tem uma longa trajetória de desenvolvimento na área e a animação brasileira está em alta no mundo. “O país tem aumentado sua visibilidade internacional e as produtoras do Rio de Janeiro e de São Paulo têm grande demanda de produção. Com este encontro, além de capacitar e relacionar os profissionais do setor, queremos estimular que essas produções nacionais também sejam coproduzidas aqui”, afirma Nunes. “Temos estrutura empresarial, tecnológica e de ensino para isto”, completa Luiza, lembrando que Florianópolis concentra pelo menos dez importantes produtoras de animação e em torno de 20 de ficção, além de faculdades de cinema, design e outras iniciativas como escolas e empresas especializadas em animação e games.

O encontro, que conta com o apoio da ACATE, Vertical Games, Senai e do Núcleo de Empreendedorismo Cultural da ACIF, além de outras instituições, também prevê uma mesa com empresas locais para debater os desafios da produção regional Sul e o Lab 11 Mil Pés, um laboratório para projetos voltados para a infância. Ainda está prevista uma homenagem ao Mauricio de Sousa e o lançamento do desafio Anima Jam, que dará uma premiação a melhor produção feita na semana.

A programação completa, bem como informações sobre a inscrição, será divulgada em breve aqui no site www.mostradecinemainfantil.com.br.

(Mostradecinemainfantil, 25/09/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *