Em fevereiro vai dar para tomar banho, diz presidente da Casan sobre Baía Norte
16/08/2018
Tapete vermelho
16/08/2018

Pista simples: a estratégia do Estado para entregar o acesso junto com o novo aeroporto

Da Coluna de Ânderson Silva (NSC, 16/08/2018)

Há um ano do prazo de entrega do novo terminal de passageiros do Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, prometido pela concessionária Floripa Airport para agosto de 2019, a Secretaria de Infraestrutura do Estado estabeleceu uma estratégia para concluir a obra de acesso à estrutura e ao sul da Ilha no mesmo prazo. Nos dois lotes mais atrasados, entre as proximidades do Estádio da Ressacada e a Rodovia Aparício Ramos Cordeiro, na região da Tapera, o secretário Paulo França admite trabalhar com a possibilidade de entregar apenas duas das quatro pistas previstas naqueles 2,6 quilômetros. Neste caso, o trânsito seria em pista simples no começo das operações do novo terminal.

– Estamos trabalhando para entregar as quatro pistas, dá tempo para fazer tudo, mas traçamos uma estratégia de obra para caso isso não ocorra.

Dos dois trechos, um deles está em obra há dois meses (foto). Os operários da Construtora PLM, vencedora da licitação, aceleram o ritmo na corrida contra o tempo. Do espaço de 1,4 quilômetro, apenas 100 metros ainda não foram aterrados. Ontem, uma retroescavadeira trabalhava sobre o mangue para retirar a lama. No entanto, o lote que inicia no trevo da Ressacada e passa pelo loteamento Santos Dumont, de 1,2 quilômetro de comprimento, ainda está no processo licitatório. Quatro empresas entraram com recurso administrativo e o processo está parado há um mês. França espera destravar a questão até o fim desta semana.

Como esse lote terá 10 meses de prazo para conclusão, de acordo com a secretaria, a intenção do secretário é delimitar na ordem de serviço para que a empresa vencedora foque a atenção em deixar duas pistas prontas inicialmente.

Quando perguntado pela coluna sobre a garantia da continuidade da obra após a entrega da duas pistas, caso as quatro faixas não sejam entregues juntas, França diz que está tentando agilizar as desapropriações e resolver os outros entraves para que isso não ocorra.

Os outros lotes
No trecho entre o trevo da Seta e Carianos, na entrada para o Estádio da Ressacada, faltam seis desapropriações e os reparos na antiga ponte. Segundo o secretário de Infraestrutura, Paulo França, até dezembro o serviço será finalizado. Os lotes mais próximos da conclusão do contrato são o de obras como galerias e viadutos e o que fica entre a Rodovia Aparício Ramos Cordeiro, na Tapera, e o novo terminal. Este último (foto), por exemplo, só precisa de parte da sinalização vertical a ser feita mais próximo à inauguração. Mesmo com o restante da obra pronta naquele local, o trânsito só está liberado para os veículos de transporte de carga que vão para a obra do terminal.

Entraves
Parte da obra deveria ter sido entregue em 2013, mas, de acordo com os técnicos da secretaria, alguns entraves impossibilitaram o avanço. O primeiro foram as desapropriações. Ao todo, são 198. Em 174 delas, garante França, o processo está encaminhado. Depois vêm o rompimento da licitação com a empresa que iniciou a obra entre o trevo da Seta e o Carianos. Além disso, as questões ambientais também são apontadas como um impeditivo para a celeridade do acesso.

R$ 236,5 milhões
Valor total da obra do acesso, incluindo os cinco lotes, desapropriações, supervisão dos serviços e licenças ambientais.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *