Balanço de imóveis abandonados na Capital, feito pelos bombeiros, é inferior ao do MPSC
11/07/2018
Praias do Sul da Ilha, em Florianópolis, sofrem com processo de erosão
11/07/2018

Prefeito de Florianópolis anuncia pacote de obras de quase R$ 30 milhões para Continente

O prefeito Gean Loureiro (MDB) anunciou nesta terça-feira (10), no Balanço Geral, da RICTV Record, um pacote de obras para os 11 bairros da região continental de Florianópolis. A intenção do chefe do Executivo é investir nos próximos anos quase R$ 30 milhões em obras que devem durar de quatro meses a dois anos. O ND acompanha os problemas do Continente desde janeiro de 2017, e algumas das obras anunciadas por Gean foram objeto de reportagens nesse período.

A divulgação dos investimentos será feita nesta quarta-feira (11), a partir das 8h, no programa “Prefeitura na Comunidade”, no salão da Paróquia Nossa Senhora da Glória, no Balneário do Estreito. A ordem de serviço da revitalização da praça Renato Ramos da Silva, em frente à igreja, será assinada no evento. “Vamos recuperar as 42 praças do Continente, mesmo aquelas que precisam de pequenos detalhes. Também vamos reformar a creche Dona Cota e outras três unidades de educação. A rua João Meirelles, que tem início em Itaguaçu e segue até o Abraão, será completamente pavimentada, assim como outras 20 ruas”, explicou o prefeito.

Gean promete que trará soluções para dois problemas crônicos do Continente: o Tijar (Terminal de Integração do Jardim Atlântico) e a UPA (Unidade de Pronto Atendimento). O prefeito contou que esteve reunido com o comando do Corpo de Bombeiros e o Tijar deve ser utilizado como uma base da corporação. Já a UPA passará por uma reforma completa para adequar-se às atuais normas da Vigilância Sanitária.

As obras terão recursos da iniciativa privada, do município e do governo federal. “O prédio desativado da Casan, no bairro Coqueiros, será recuperado para abrir o Centro Cultural do Continente, que deve levar dois anos após a assinatura da ordem de serviço”, afirmou.

A única obra anunciada que não tem recursos públicos é o Parque do Abraão. Será construído por R$ 1,6 milhão com recursos da iniciativa privada em função de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) proposto pelo MPF (Ministério Público Federal).

Praias da Saudade e do Meio serão revitalizadas

Nas décadas de 1960 e 1970, as praias da Saudade e do Meio, no bairro Coqueiros, eram as preferidas dos moradores da Capital e, por consequência, as mais movimentadas. Sem um sistema de esgoto à época, as praias ficaram impróprias para o banho e foram esquecidas pelo poder público. Desde então, estas duas localidades quase não receberam investimentos. O mesmo aconteceu com a Vila Aparecida, comunidade que surgiu por invasão de uma área privada.

O recurso para recuperar a orla e Coqueiros é proveniente do Ministério do Turismo. “Vamos revitalizar as orlas das praias da Saudade e do Meio com deques e outros equipamentos. Na Vila Aparecida faremos a drenagem das ruas e estabelecer a estrutura da rede sanitária, além de um projeto habitacional”, explicou o prefeito Gean Loureiro. Segundo a assessoria da Superintendência de Habitação, o projeto habitacional da Vila Aparecida deve custar R$ 19 milhões.

Gean anunciou também a criação do projeto Floripa Colorida, que pretende pintar as casas na comunidade do Morro da Caixa. A assessoria de imprensa da prefeitura informou que a revitalização da avenida Ivo Silveira seria incluída no pacote, mas a obra precisará de um novo edital.

Os investimentos no Continente
– Pavimentação da rua João Meirelles e outras 20 vias
– Reforma da creche Dona Cota e outras três unidades de educação
– Construção do Parque do Abraão
– Revitalização da orla de Coqueiros
– Drenagem, rede sanitária e projeto habitacional na Vila Aparecida
– Criação do Centro Cultural do Continente no antigo prédio da Casan em Coqueiros
– Reforma da UPA do Continente
– Cessão do Terminal do Jardim Atlântico ao Corpo de Bombeiros
– Sinalização horizontal e vertical das ruas e avenidas
– Regularização fundiária na comunidade Chico Mendes
– Implantação do centro cirúrgico da Policlínica Municipal

(ND, 11/07/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *