Feira Afro Artesanal de Florianópolis Completa 1 ano de existência
19/07/2018
Deinfra precisa resolver entraves antes de retomar obra de ponte em Florianópolis
19/07/2018

Assembleia Legislativa de SC é a 3ª mais cara do Brasil

Da Coluna de Moacir Pereira (NSC, 19/07/2018)

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina é a terceira mais cara do Brasil, segundo estudo inédito que avalia as despesas totais em 2017, a população e o gasto médio por deputado. A conclusão é da pesquisa “Contabilizando para o Cidadão”, realizada pelo Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina.

No item médio de despesas por deputado, Minas Gerais aparece em primeiro lugar, com R$ 17,5 milhões ao ano, seguido do Distrito Federal, com R$ 16,8 milhões. Santa Catarina está em terceiro, com R$ 15,9 milhões. Neste levantamento, Acre tem a Assembleia mais econômica, com gasto médio por deputado de R$ 10,6 milhões.

No recorte “despesas totais das Assembleias”, o legislativo catarinense fica em quarto lugar, com R$ 637 milhões, sendo superado pelos Estados de Minas Gerais (a que mais gastou, com R$ 1,34 bilhão), São Paulo (R$ 1,12 bilhão) e Rio de Janeiro (R$ 756 milhões). As que menos gastos tiveram são Acre (R$ 140 milhões), Amapá (R$ 161 milhões) e Sergipe (R$ 186 milhões).

A pesquisa coloca Santa Catarina em oitavo lugar na avaliação do “gasto anual per capita”, também em 2017.

As Assembleias tiveram uma despesa total de R$ 11,2 bilhões, com 1.059 deputados nos 27 Estados. O gasto médio por deputado foi de R$ 10,6 milhões.

O Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina vem realizando, na gestão do presidente Marcelo Seemann, analises sistemáticas sobre a aplicação dos recursos das prefeituras, avaliação criteriosa dos balanços, cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal e outros estudos.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *