Experiências em despoluição de mares em outros países são modelo para Casan para a Beira-mar Norte
06/06/2018
BNDES vai financiar geração solar também para pessoas físicas
06/06/2018

Um teste de cidade digital para Florianópolis

Da Coluna de Estela Benetti (NSC, 06/06/2018)

A Engie Brasil Energia inciou na terça e continua nesta quarta no seu auditório, em Florianópolis, o seminário anual Gestão Sustentável. Entre os temas abordados estão os impactos da inovação disruptiva, tecnologia, cidades do amanhã, diversidade, trabalho decente e a descarbonização da economia. Na abertura, o diretor-presidente, Eduardo Sattamini, falou da importância da Engie estar entre as 100 empresas mais sustentáveis do mundo.

— Esse seminário serve para refletirmos e também melhorar ainda mais nossos processos internos e externos — afirmou o executivo.

Um dos palestrantes foi o gerente de soluções para cidades da Engie, Kevin Alix (foto), que falou sobre Cidades do Amanhã. Segundo ele, a empresa tem soluções avançadas, inteligentes e integradas para transporte/mobilidade, segurança, iluminação, energia, água e lixo, todas a partir do software Maestro, uma plataforma de gerenciamento desenvolvido pela companhia no Brasil e que é um dos melhores do mundo.

Ele conta também que a empresa realizou, com sucesso, o projeto de mobilidade urbana na cidade de Niterói e poderia adotar esse conjunto de inteligência artificial em cidades como Florianópolis, Joinville e Porto Alegre. O sistema faz a conexão de semáforos permitindo que, em tempo real, ajudem a melhorar a abertura e fechamento de sinais com base nas necessidades de fluxo do trânsito. Kevin Alix informa que a empresa está conversando com a prefeitura de Florianópolis para fazer uma parceria, com uma experiência.

— Aqui em Florianópolis estamos pensando em fazer um projeto piloto. Pegar 40 semáforos e fazer esse teste por alguns meses para ver como funciona e, se houver interesse, depois pode-se pensar numa venda de serviços. A sede da empresa é em Florianópolis e a intenção é tentar ajudar a prefeitura a resolver, pelo menos parcialmente, o problema de trânsito — comentou Kevin Alix.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *