MP tem cerca de 60 procedimentos para investigar loteamentos irregulares em Florianópolis
27/06/2018
Reforma da ponte Hercílio Luz em Florianópolis tem aditivo de R$ 37 milhões e entrega da obra segue sem prazo
27/06/2018

Energia limpa com a Alemanha

Da Coluna de Estela Benetti (NSC, 27/06/2018)

O Brasil tem amplo potencial para investimentos em energia renovável e infraestrutura. A informação foi evidenciada pelo presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Côrte, em painel sobre privatização e infraestrutura durante o Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA), que se encerrou ontem na cidade alemã de Colônia.

A missão empresarial catarinense no evento teve também as participações do primeiro vice-presidente da entidade, Mario Cezar de Aguiar, o primeiro secretário Edvaldo Ângelo, o vice-presidente para o Vale do Itajaí, Ronaldo Baumgarten, o diretor do Senai-SC, Jefferson de Oliveira Gomes, e a coordenadora do Centro Internacional de Negócios da Fiesc, Tatiani Leal. Côrte afirmou que o consumo per capita de energia no Brasil é quatro vezes menor do que o da Alemanha, o que sinaliza potencial especialmente em energias renováveis. No evento, também foi abordado o acordo Mercosul-União Europeia. Os mais otimistas disseram que pode ser assinado no fim de julho. Na opinião de Côrte, permitirá ampliar exportações à Europa. A próxima edição do EEBA será no Rio Grande do Norte.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *