Ministério Público vai firmar TACs com donos de imóveis abandonados em Florianópolis
21/06/2018
Encontro debate potencial de Santa Catarina para gerar energia renovável
21/06/2018

Empresários querem sistema com compartilhamento de imagens de câmeras no Centro da Capital

A direção do CDL (Câmara de Dirigen­tes Lojistas) de Florianópolis reuniu os asso­ciados na sede da entidade para apresentar um plano de segurança “olho vivo” por meio de instalação de câmeras cujas imagens são captadas em alta definição. A intenção é implantar equipamentos de vigilância ex­terna compartilhada com o videomonito­ramento da Polícia Militar. Neste projeto, a polícia consegue visualizar as câmeras pri­vadas, mas os lojistas não podem interferir no sistema eletrônico da segurança pública.

A tecnologia proposta é de uma empre­sa especializada em tecnologia de ponta. Atualmente, a PM dispõe de 52 câmeras que filmam em 360 graus na área comercial do centro de Florianópolis. Os associados da CDL têm o dobro de equipamentos fixos de um megapixel. Segundo o presidente da en­tidade, Lidomar Bison, a proposta tem o ob­jetivo de minimizar, furtos, uso e tráfico de drogas e outros crimes praticados na região. Bison lembrou que com o avanço da tec­nologia de vigilância há a possibilidade de um sistema inovador com a cobertura total de uma área ou região. “O monitoramen­to é armazenado na nuvem em alta qua­lidade com acesso por meio de múltiplas plataformas. É um momento de transfor­mação para a segurança do comércio com disponibilização para as forças de seguran­ça”, ressaltou.

A intenção da CDL é multiplicar para pelo menos mil câmeras na área comercial do Centro. O comerciante Rafael Salim, 43, proprietário da Infopaper, vítima de as­salto ontem à tarde, aprovou a ideia. “Se o sistema já estivesse funcionando, certa­mente, a polícia teria mais facilidade de lo­calizar e prender os ladrões”. Alencar Sou­za, 35, comerciante presente ao workshop comentou que os equipamentos, além de servir para investigação policial na apu­ração de crime, também inibem os crimes. Ele contou que nas imediações do prédio onde mora, na Trindade, os furtos e arrom­bamentos diminuíram sensivelmente após a instalação de câmeras.

Rua serviu de laboratório

A ideia de garantir a segurança on line na área comercial da cidade surgiu no ano passado com o labo­ratório de inovação urbana, implantado na rua Vidal Ra­mos. A via comercial foi hu­manizada numa cogestão en­tre o setor público e privado. Inicialmente, cada lojista ins­talou sua câmera interna no estabelecimento comercial, sem o compartilhamento do sistema de videomonitora­mento da Polícia Militar.

No entanto, o projeto evo­luiu na Acate (Associação Catarinense de Tecnologia). A idealização foi apresentada ao superintendente de Ciên­cia, Tecnologia e Inovação da Prefeitura de Florianópolis, Marcus Rocha. Ontem, Rocha explicou que o sistema per­mite o compartilhamento de imagens com câmeras públi­cas e usuários cadastrados na plataforma. “Com isso, se cria uma grande rede muni­cipal de segurança, permi­tindo uma ação ampliada de vizinho solidário”, explicou.

Com a adesão, os comer­ciantes podem acessar o sis­tema remotamente, por meio de um aplicativo no smar­tphone. Se flagrar alguma irregularidade, aciona a PM pelo 190. “Outra vantagem é a de que um lojista pode ter acesso às imagens da loja vi­zinha e avisar o colega pela rede, cuja comunicação fun­ciona pelo WhatsApp”, diz.

(ND, 21/06/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *