Coleta de amostras comprova possibilidade de despoluição da orla da Beira-Mar Norte
07/06/2018
Capital define cinco eixos estratégicos
07/06/2018

Após três anos, elevado Rio Tavares em Florianópolis tem menos da metade da obra concluída

Depois de três anos, a construção do elevado do Rio Tavares, em Florianópolis, tem 39% das atividades concluídas. No fim de 2017, a prefeitura garantiu que até o segundo semestre deste ano a obra ficaria pronta, mas existe a possibilidade de que isso não aconteça.

A obra está orçada em R$ 16 milhões para a construção do elevado e R$ 15,4 milhões para a desapropriação de 33 famílias. Dessas, ainda faltam nove, num custo de R$ 1 milhão que ainda será pago até a conclusão, no fim do ano.

“A previsão hoje da prefeitura para abertura do tráfego é até o fim do ano. Estamos trabalhando pra isso”, disse o engenheiro. “Hoje a gente considera que esse é um prazo é possível de ser feito, a gente está em contato com a empresa pra que isso seja cumprido”, disse o engenheiro civil Tiago Schmitt, da prefeitura da capital.

Esse prazo depende de alguns fatores. O Iphan (Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural), por exemplo, ainda não terminou a escavação do último dos três pontos onde foram encontrados registros de antigas civilizações.

Tiago Schmitt, engenheiro civil da prefeitura, disse que pela primeira vez é possível atuar com três frentes de trabalho na construção.

“Estamos trabalhando na estrutura do elevado, agora, a terceira última etapa, trabalhando também na construção do pilar 1 após a liberação do Iphan, a gente fez também o estaqueamento e também estamos trabalhando na parte de alargamento da obra, aquele morro do lado esquerdo em direção ao Campeche, e também do lado direito no alargamentos”, disse ele.

(G1SC, 06/06/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *