A meta é reciclar 90% do lixo orgânico de Florianópolis até 2030
11/06/2018
Totens ajudam a entender a obra de despoluição da Beira-Mar Norte
11/06/2018

A disruptura na gestão municipal e a busca por soluções inteligentes

“Soluções para Municípios” é o nome da feira que o Sistema Fecam apresentará à sociedade catarinense a partir desta segunda, dia 11.06, no Congresso de Prefeitos. Miniaturas de satélite. Drones, carros elétricos, sensores, painéis solares e dispositivos eletrônicos. Soluções em energia elétrica, lousas digitais interativas, amostra de tratores e bicicletas elétricas, mecanismos de monitoramento e impressoras 3D serão apresentados por universidades e parceiros do municipalismo.

A Feira, composta por expositores com foco preferencial em “soluções para municípios” terá também uma Rua Inteligente, pensada para trazer e aproximar os gestores das sensações e interação com dispositivos e instrumentos que podem estar a serviço das cidades tornando-as melhores para as pessoas, do ponto de vista da sustentabilidade ambiental, segurança e interatividade.

A Rua Inteligente é uma construção real para simbolizar e apresentar o conceito de cidades inteligentes, ainda timidamente presente no território catarinense. Assim como é no processo social, para construir o projeto tecnológico, a Federação Catarinense de Municípios parte do conceito que o processo de estruturação de uma cidade inteligente começa por iniciativas pessoais, micro estruturadas e localizadas que, após socializadas, passam a incorporar blocos e segmentos maiores. Ou seja, compõe o fenômeno que expande para segmentos, bairros e cidades.

Em Santa Catarina não é diferente do que acontece nas grandes metrópoles e do que se constata nas cidades autômatas e inteligentes: a dinâmica de estruturação da inteligência é “local”, ou seja, parte do simples e do localizado para o amplo e alcança o conjunto dos processos socioeconômicos e a própria estrutura administrativa pública. Trata-se de dinâmica com força exponencial crescente e que fatalmente produzirá disrupturas conceituais quanto à administração das cidades e logo a seguir, o surgimento de cidades inteligentes, cooperativas e sensíveis.

A estruturação de uma cidade inteligente começa por iniciativas pessoais, micro estruturadas e localizadas que, após socializadas, passam a incorporar blocos e segmentos maiores.

No plano de fundo da incorporação desse novo enfoque conceitual sobre cidades inteligentes, a FECAM estabelece uma contribuição social e inaugura a sua participação nos debates sobre a inovação tecnológica, posicionando a entidade frente ao fenômeno irrefreável: a presença da automação e da inteligência artificial como fenômenos e ferramentas da gestão pública.

Por isso, a Federação se aproxima das grandes iniciativas em inovação, apresentando tendências de ponta tecnológica, por intermédio da presença de grandes empresas e universidades em seu evento estadual. Em outra frente, o encontro de centenas de lideranças e da sociedade em geral valoriza as ideias criativas e as soluções oferecidas por startups locais que propõe ferramentas e conceitos que possam oferecer soluções para a administração municipal.

Neste plano, 15 produtos em forma de solução tecnológica extraídos do mercado dialogarão com o evento por intermédio do “espaço pitch” (conversa rápida e sintética) que oferece ambiente no Espaço Cultural do Congresso para dialogar com o “mundo criativo” do tecido social e a expectativa pública em buscar soluções para o “tempo administrativo tecnológico”.

A Feira Soluções para Municípios será aberta gratuitamente para visitação do público.

(SCInova, 08/06/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *