Veleiro Eco da UFSC estará aberto à visitação na Vila de Regata de Itajaí
09/04/2018
Turismo qualificado
09/04/2018

26 das 49 unidades de saúde de Florianópolis têm hortas medicinais

Boldo para auxiliar a digestão, guaco para curar gripe, baleeira para cicatrização, alecrim para curar depressão e lavanda para relaxar. Essas ervas medicinais são exemplos de plantas que podem ser encontradas nas Hortas Medicinais das Unidades de Saúde de Florianópolis.

Das 49 unidades de saúde do município, 26 possuem hortas medicinais. O projeto, que é uma parceria entre Prefeitura de Florianópolis, Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC e a comunidade, tem como o objetivo a distribuição gratuita de plantas fitoterápicas e temperos aos pacientes e à população em geral.

O médio da família, Igor Tavares Chaves, que atua na unidade da Prainha, relata que os chás podem auxiliar, por exemplo, no tratamento da dor crônica, no combate ao estresse, ansiedade e depressão. “As plantas medicinais têm sido usadas, principalmente, para evitar o uso crônico de algumas medicações que podem levar à dependência. Algumas delas têm bons estudos e têm benefício similar ou superior a algumas medicações”, diz.

As hortas medicinais integram o programa de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde, área em que Florianópolis é considerada referência pelo Ministério da Saúde. Além das hortas, são oferecidas à população práticas integrativas, como yoga, biodanza, lian gong, qi gong, dança circular, além de sessões de acupuntura, Auriculoterapia, massoterapia, reflexologia e Reiki. Os usuários interessados devem buscar informações junto a unidade de saúde do bairro onde moram e verificar quais profissionais oferecem as práticas.

O secretário da Saúde, Carlos Alberto Justo da Silva, reforça que as práticas integrativas ampliam o conceito e fortalecem a construção coletiva do cuidado em saúde, por isso, merecem espaço na rede pública.

Unidades que possuem Hortas Medicinais:

Monte Cristo

Coqueiros

Estreito

Jardim Atlântico

Balneário

Ratones

Ingleses

Rio Vermelho

Canasvieiras

Santo Antônio de Lisboa

Vargem Pequena

Ponta das Canas

Barra da Lagoa

Prainha

Agronômica

Saco dos Limões

Córrego Grande

Itacorubi

Armação

Pântano do Sul

Carianos

Fazenda Rio Tavares

Morro das Pedras

Lagoa da Conceição

Tapera

Rio Tavares

(PMF, 05/04/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *