Viagem experimental mostra como será o transporte marítimo na Grande Florianópolis
13/03/2018
Praça Governador Celso Ramos recebe mais de 3,2 mil pessoas no Eu Amo a Praça
13/03/2018

Tarifas e infraestrutura são desafios para transporte marítimo na Grande Florianópolis

Da Coluna de Fabio Gadotti (ND, 12/03/2018)

A apresentação do catamarã que vai testar o transporte marítimo da Grande Florianópolis foi um aperitivo promissor do que pode ser a implantação de um serviço regular entre os municípios da região. Confortável, a embarcação fez em 12 minutos o trajeto entre o Veleiros da Ilha, na Prainha, e a Ponta de Baixo, em São José, alternativa viável para driblar os rotineiros congestionamentos na Via Expressa e nas pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Salles.

Depois de obtida a  autorização definitiva da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, o projeto exigirá atuação conjunta e investimentos das prefeituras de Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu nos respectivos terminais. Dois pontos são fundamentais para estimular mudanças de hábitos: tarifa justa, que seja competitiva em relação às passagens de ônibus, e uma infraestrutura nos terminais de embarque e desembarque que facilite a integração entre os demais modais de transporte.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *