Ministério do Meio Ambiente oferece 10 cursos gratuitos na área socioambiental. Inscrições vão até o dia 10 de março
06/03/2018
Instituto da Indústria
07/03/2018

Florianópolis vai discutir ações de segurança com outras capitais em Brasília

Da Coluna de Fabio Gadotti (ND, 05/03/2018)

O presidente Michel Temer (MDB) e o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, convocaram os prefeitos de capitais para uma reunião, nesta quarta-feira (7), no Palácio do Planalto. O objetivo é discutir ações integradas na área da segurança pública. Uma das propostas é que as administrações municipais usem as guardas municipais nos casos de crimes de “baixo impacto”, como furtos. Mesmo sendo a segurança pública atribuição constitucional dos Estados, a intenção é dividir responsabilidades com as prefeituras.

O tema é estratégico para Gean Loureiro – em férias com a família nos EUA –, que contabilizou 173 mortes violentas no primeiro ano de mandato, 89% a mais do que em 2016 O aumento da violência, causado principalmente pela guerra das facções criminosas, levou o prefeito a subir o tom nas cobranças à gestão Raimundo Colombo (PSD) no segundo semestre. Com o discurso de que a cidade não vinha recebendo a devida atenção do Centro Administrativo, cobrou uma distribuição dos novos policiais militares que fosse mais favorável para Florianópolis. Não foi atendido pelo governo.

Depois de debelar uma crise interna no final de 2017, a atual gestão vem tentando dar um perfil mais comunitário e de prevenção à Guarda, deixando com a PM a ação repressiva. A secretária municipal de segurança pública, Maryanne Mattos, afirma que a GM já contribui para inibir os crimes de menor potencial ofensivo com a presença “nos bairros, nas praças e no trânsito”. “O Plano Municipal de Segurança Pública está sendo elaborado para consolidar ainda mais as instituições e as ações na área da segurança”, afirma. O prefeito em exercício da Capital, Guilherme Pereira (MDB), vai participar da reunião na Presidência da República.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *