Farra do boi é crime
16/02/2018
Soluções de SC para cidades inteligentes serão apresentadas durante a Smart City Expo, em Curitiba
16/02/2018

Udesc cria núcleo para atender estudantes com necessidades específicas de ensino

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) passa a contar com o Núcleo de Acessibilidade Educacional (NAE) para desenvolver e executar ações de apoio pedagógico que promovam a acessibilidade de estudantes com deficiência e/ou com necessidades educacionais específicas.

Na semana passada, o reitor da Udesc, Marcus Tomasi, assinou portaria que nomeia os membros do núcleo (veja a relação abaixo), que tem coordenação da professora Rose Cler Estivalete Beche, do Centro de Educação a Distância (Cead), e está vinculado à Pró-Reitoria de Ensino (Proen).

“O NAE visa cumprir não somente as exigências disciplinadas pelas legislações sobre acessibilidade, mas também atender as carências apresentadas no cotidiano da vida universitária nos diferentes centros da Udesc”, explica a pró-reitora de Ensino da Udesc, Soraia Tonon da Luz.

Com a iniciativa, a comunidade acadêmica terá apoio maior no aprimoramento do processo de ensino-aprendizagem e no combate à evasão. “A proposta busca agregar cada vez mais professores e técnicos que trabalham na área e implantar e/ou fortalecer os NAEs dos nossos centros de ensino”, destaca Soraia.

O projeto do núcleo foi constituído durante todo o semestre passado, em parceria com professores e técnicos da universidade. Sua implantação é uma ação do projeto Acolhe Udesc, previsto no Plano de Gestão 2016-2020, e também atende recomendações indicadas no Relatório de Avaliação Institucional 2016.

Levantamento

Definida em reuniões com os secretários de Ensino de Graduação dos centros da Udesc, a primeira ação do NAE é realizar um levantamento dos alunos com deficiência e/ou com necessidades educacionais específicas durante o processo de matrícula de calouros e veteranos.

De acordo com a pró-reitora de Ensino, essa é a primeira vez em que a Udesc faz esse tipo de ação. “A partir dela, teremos uma estimativa do quantitativo de alunos e ações a serem demandados e colocados como prioritários do NAE.”

Esse levantamento já está acontecendo em todos os centros durante a matrícula dos calouros, iniciada na semana passada. Os veteranos, por sua vez, estão informando sua deficiência e/ou necessidade educacional específica no Siga, no momento da rematrícula.

Objetivos

O NAE também tem os seguintes objetivos:

– Capacitar docentes e estudantes bolsistas para atuarem com acadêmicos com deficiência e/ou com necessidades educacionais específicas;

– Mediar as adaptações necessárias aos estudantes no processo de ensino-aprendizagem;

– Promover ações de conscientização sobre o tema;

– Promover condições igualitárias de acesso ao conhecimento por parte de estudantes com deficiência e/ou com necessidades educacionais específicas;

– Dar suporte aos diferentes setores da universidade para a melhoria da participação de pessoas com deficiência e/ou com necessidades educacionais específicas;

– Adquirir e assegurar a tecnologia assistiva e comunicação alternativa para os estudantes que necessitarem de tais recursos para sua plena participação acadêmica;

– Criar parcerias e convênios com as diversas entidades representativas das pessoas com deficiência de Santa Catarina e de outros estados, visando a troca de conhecimentos e demais formas de intercâmbio acadêmico;

– Identificar as necessidades de formação, qualificação e recursos humanos;

– Orientar a estruturação e a implantação de núcleos setoriais nos centros;

– Produzir, solicitar e coordenar as ações de investimentos financeiros para a aquisição de material didático-pedagógico e recurso de acessibilidade indispensáveis aos acadêmicos, de acordo com suas necessidades educacionais.

(UDESC, 15/02/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *