Autoridade sem violência em abordagem a moradores de rua no Centro de Florianópolis
06/02/2018
Câmara realiza Sessão de abertura do ano Legislativo de 2018
06/02/2018

Ponte Hercílio Luz recebe a primeira peça importada durante restauração, em Florianópolis

As três pontes que ligam a Ilha ao Continente de Florianópolis precisam de algum tipo de manutenção. A desativada Hercílio Luz é a única que passa por uma restauração completa. Atualmente, a empresa portuguesa Teixeira Duarte faz a troca das celas, que foram importadas da Espanha, na parte superior da torre continental. Já as pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos, que suportam todo o tráfego viário, aguardam pelo fim do imbróglio da licitação para a escolha da empresa que fará a fiscalização da obra de manutenção.

A restauração da ponte Hercílio Luz, totalmente interditada para veículos e pedestres desde 1991, tem previsão de entrega para dezembro deste ano. Sem as barras de olhal, os trabalhos estão concentrados na troca das quatro celas que ficam sobre as duas torres principais. Na torre continental, as duas celas antigas foram retiradas e uma das peças importadas já foi colocada.

A empresa aguarda a manutenção de um guindaste para instalar a outra peça de 7.000 quilos. “As celas foram fabricadas pela empresa Guivisa, em Bilbao, na Espanha. Elas são as peças por onde as barras de olhal transpassam e são fixadas por pinos. O objetivo é que elas sejam trocadas até o fim da semana, mas dependemos da condição climática. É um trabalho que também depende do auxílio de alpinistas”, contou o fiscal de obra do Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura), engenheiro Wenceslau Diotallevy.

O técnico em segurança do trabalho Marcos Rogério de Souza ficou impressionado com as pichações nas peças retiradas da ponte Hercílio Luz. Isso porque cada uma das celas estava a 75 metros do nível do mar. Após a colocação das novas celas da torre insular, a próxima etapa da restauração será a troca das rótulas.

As torres serão erguidas para a troca das rótulas. “Depois das rótulas começamos a remontar a ponte com a primeira barra de olhal. São 360 barras ao todo e a nossa previsão é de terminar a restauração em dezembro, se nada mais der errado”, disse Diotallevy. Além das celas, os pendurais foram importados da Itália.

(ND, 06/02/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *