Clipping

Fiesc busca nos EUA parcerias em tecnologia, inovação e educação




Da Coluna de Estela Benetti (NSC, 09/02/2018)

Com objetivo de negociar cooperação em tecnologia, inovação e educação, a Federação das Indústrias do Estado (Fiesc) vai aproveitar o baixo ritmo do período de Carnaval no Brasil para fazer uma missão aos Estados Unidos. O presidente da federação, Glauco José Côrte, e diretores do Senai/SC embarcam neste sábado e, na próxima semana, visitarão a agência espacial Nasa, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), o Departamento de Comércio, a Naval Postgraduate School e entidades empresariais.

O plano é firmar parcerias nas áreas de cidades inteligentes, modelos educacionais, indústria de defesa e espacial, indústria 4.0 e conseguir aproximação com empresas americanas para investimentos ou projetos conjuntos. Também integram a missão o diretor regional do Senai Jefferson de Oliveira Gomes, o diretor técnico da instituição Maurício Pauletti e o diretor de inovação do Instituto Senai de Inovação em Sistemas Embarcados, Pierre Mattei.

A agenda começa na capital do país, Washington, segunda e terça-feira, com visitas no Departamento de Comércio, na agência espacial, na Embaixada Brasileira nos EUA e na Associação da Indústria de Tecnologia de Computação (CompTIA). No departamento, o tema será cidades inteligentes com vistas a uma cooperação com o Instituto Senai em Sistemas Embarcados.

Na Nasa, o grupo vai saber mais sobre o STEM (Science, Technology, Engeneering and Mathematics), um programa que estimula estudantes a seguir carreiras nas áreas de ciências, engenharia e tecnologia. A intenção é criar um programa com esse perfil em SC. Na Naval Postgraduate School, a Fiesc vai buscar cooperações industriais e educacionais em sensoriamento remoto com uso de aviões e satélites.

Quarta-feira, a missão segue para Boston, onde terá encontro no MIT, universidade parceira dos Institutos Senai de Inovaçãono Brasil. Na agenda, mapeamento de produtos e projetos, novas metodologias educacionais e aplicações de inteligência artificial em veículos autônomos entre os quais drones, caminhões, automóveis e submarinos, e manufatura avançada.

O grupo também visitará o Instituto Tiradentes, unidade da Universidade Tiradentes, de Aracaju, Sergipe, que atua há mais de 50 anos no Nordeste e abriu a filial nos EUA em parceria com o a Universidade de Massachussetts.



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.