Obras na Ponte Hercílio Luz entram em uma nova etapa nesta segunda-feira
06/11/2017
Florianópolis terá encontro sobre agricultura urbana em novembro
06/11/2017

Florianópolis é a pior cidade do Brasil para se dirigir, aponta levantamento

O Waze, aplicativo que mostra em tempo real informações sobre rotas de trânsito em diversos países, lança nesta sexta-feira, 3, os resultados do Waze Driver Satisfaction Index 2017 (Índice de Satisfação dos Motoristas), que analisa a experiência de dirigir de milhões de usuários. De acordo com o levantamento, a pior cidade no ranking nacional é Florianópolis, seguida por Manaus, João Pessoa, Belém e Vitória.

O Índice revela que as cinco melhores cidades para dirigir no Brasil estão no interior do estado de São Paulo: Atibaia, São José do Rio Preto, Grande Campinas, Sorocaba e Taubaté, todas também presentes entre as melhores no relatório do ano passado.

Com mais de 90 milhões de usuários ativos mensalmente em mais de 185 países, o Waze escolheu como foco os países e cidades com mais de 40 mil usuários ativos mensais para assegurar precisão e comparações justas entre os mercados. Foram analisados dados de 42 países e 217 cidades para criar uma única nota, que varia de satisfatório (10) a péssimo (1).

O que é analisado

Muitos índices de tráfego avaliam apenas um único fator quantificável, como tempo no tráfego. O Driver Satisfaction Index mede seis atributos qualitativos e quantitativos para fornecer um panorama sobre a experiência geral dos motoristas em cidades e países em todo o mundo.

Nível de trânsito (quão frequentes e quão ruins são os congestionamentos)

Segurança nas vias (como número de acidentes, condições climáticas)

Qualidade das vias e infraestrutura

Serviços ao motorista (como acesso a postos de gasolina e boas opções de estacionamento)

Fator Econômico e Social (como acesso a carros, aumento ou baixa dos preços de gasolina)

“Wazyness”, que representa o quão boa (ou ruim) é a rede de Wazers em termos de ajuda aos colegas motoristas.

(Deolhonailha, 03/11/2017)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *