Enrocamento de R$ 180 mil começa a ser construído no Morro das Pedras, em Florianópolis
17/10/2017
Obra da Ponte Hercílio Luz entra em nova fase com retirada de cabos pendurais
17/10/2017

Um ano depois de polêmica, monumento açoriano de Florianópolis continua abandonado

Da Coluna de Fabio Gadotti (ND, 16/10/2017)

Bombardeado, há um ano, pela iniciativa de pintar de branco e rosa o monumento açoriano que fica na entrada de Florianópolis, o cirurgião plástico Osvaldo Pereira Filho está indignado com o descaso do poder público. “Atualmente ele se encontra pior do que o deixei o ano passado”, afirma o médico que, depois da repercussão, devolveu a cor original azul à criação de Guido Heuer.

“A última benfeitoria foi feita por nós. O mato o circunda e o pedestal se encontra avariado. Onde estão os que se diziam preocupados e até agora nada fizeram?”, pergunta. A intervenção solitária, em setembro do ano passado, provocou reação do Núcleo de Estudos Açorianos da UFSC, que falou em descaracterização da obra colocada no local na década de 1990.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *