Clipping

FIESC, ENGIE e WEG lançam o Programa Indústria Solar




Em uma iniciativa inédita no Brasil, a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) se une a duas das maiores empresas do país, ENGIE e WEG, para lançar na próxima sexta-feira (27), às 10h30, o Programa Indústria Solar. O objetivo do projeto é incentivar a geração de energia solar pelas mais de 50 mil indústrias do estado, ajudando a construir um futuro mais sustentável e tornando o setor produtivo catarinense mais moderno, eficiente e competitivo.

O Programa Indústria Solar está dividido em fases, sendo que a primeira consiste de um projeto piloto que ofertará sistemas fotovoltaicos residenciais com condições facilitadas para os colaboradores da FIESC, ENGIE e WEG, SESI/SC, SENAI/SC, IEL e CELESC. No caso da ENGIE e WEG, o programa é válido para funcionários de todo o país. Os participantes terão acesso a linhas de financiamento com taxas de juros menores do que as praticadas no mercado, assim como a preços diferenciados. As inscrições para essa etapa começarão no dia 20 de novembro.

Na fase seguinte, prevista para 2018, será a vez de colaboradores de outras empresas catarinenses participarem. Posteriormente, serão as próprias indústrias as beneficiadas.

Mesmo nesta etapa piloto, o programa já se destaca por seus números. FIESC, ENGIE, WEG, SESI/SC, SENAI/SC, IEL e CELESC possuem mais de 40 mil colaboradores e se apenas 10% destes aderirem à iniciativa, serão quatro mil novos sistemas fotovoltaicos entrando em operação no Brasil. Para se ter ideia da dimensão que isso representa, segundo os dados mais recentes da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o país conta atualmente com somente 16 mil sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica.

O Programa Indústria Solar terá ainda o apoio da CELESC, BRDE e CECRED.

Como funciona a tecnologia

Um sistema fotovoltaico gera energia elétrica por meio da radiação solar. Normalmente instalado nos telhados, o sistema é a tecnologia mais disseminada no planeta para a microgeração distribuída de energia limpa e renovável.

As residências e empresas que possuem esses sistemas produzem a própria energia que consomem, sendo que qualquer excedente é jogado na rede elétrica e se transforma em créditos junto à Distribuidora. Esses créditos, que possuem uma validade de cinco anos, são utilizados nos momentos em que a unidade estiver consumindo mais energia do que gerando, como dias de chuva ou à noite.

Serviço:

Lançamento do Programa Indústria Solar
Sexta-feira (27), 10h30
Sede da FIESC – Rod. Admar Gonzaga, 2765
Presença dos presidentes da FIESC, ENGIE Energia, ENGIE Solar, representantes da WEG e de indústrias catarinenses.

Sobre os envolvidos:

FIESC

A Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) atua em sinergia com ações voltadas à promoção de um ambiente favorável aos negócios e ao estímulo à inovação. Mantida e administrada pelo setor industrial com os mesmos parâmetros das melhores empresas privadas, a FIESC compõe um dos alicerces da competitividade industrial catarinense.

ENGIE

Maior geradora privada de energia elétrico do país, a ENGIE opera, atualmente, em 32 usinas em todo o Brasil, sendo 90% da sua capacidade instalada proveniente de fontes limpas e renováveis. O grupo também oferece soluções para comercialização de energia e eficiência elétrica, além de serviços relacionados à engenharia e integração de sistemas.

WEG

A catarinense WEG é uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo. Com uma ampla linha de produtos, a empresa busca em suas operações sempre a eficiência, redução de custos e o aumento da produtividade, oferecendo a seus clientes por meio de seus produtos este mesmos valores. Entre suas missões estão o crescimento contínuo e sustentável e a inovação.

(Economiasc, 25/10/2017)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Um comentário para FIESC, ENGIE e WEG lançam o Programa Indústria Solar

  1. IVANILSON LIMA DE SOUZA

    onde vou poder fazer a inscrição para o programa residencial ,sou colaborador da weg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.