Clipping

Setor de turismo está preocupado com a situação das praias de Florianópolis




Com a destruição em cinco praias em função da ressaca, de maio a setembro, em Florianópolis, empresários e comerciantes que trabalham com o setor de turismo demonstram preocupação com a temporada de verão. Os entulhos serão retirados da areia? Os acessos serão reconstruídos a tempo? Esses são alguns dos questionamentos do corretor de imóveis João Victor Bechi, 20 anos, que trabalha em uma imobiliária em Canasvieiras e já recebeu três e-mails de turistas da Argentina, que querem saber como está a situação das praias da Ilha de Santa Catarina.

A última ressaca forte, na semana passada, voltou a destruir muros, deques, rampas, escadas e postes de iluminação nas praias de Canasvieiras, Ingleses, Brava, Matadeiro e Caldeirão do Morro das Pedras. “Os turistas estão preocupados com a situação de momento das praias. Querem saber da faixa de areia e dos entulhos. Estou mandando fotos e comentei sobre a promessa da prefeitura em deixar tudo pronto até a metade de dezembro”, disse.

Bechi explicou que o período para o fechamento das reservas ocorre até a segunda quinzena de outubro. Com uma lista de imóveis em Canasvieiras, ele teme em reduzir o número de locações para a temporada. Segundo a Secretaria de Turismo, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico da Capital, Florianópolis registrou na temporada 2016/2017 um aumento de 10% no número de turistas argentinos que desembarcaram no Aeroporto Hercílio Luz em relação a 2015/2016.

A apreensão é compartilhada pelo presidente da Abih-SC (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), Osmar José Vailatti, que lamenta o processo burocrático do poder público. “Evidente que há uma preocupação em virtude do dano causado pela natureza. O processo engessado e burocrático dos órgãos públicos não atende as demandas da sociedade. Os governantes sabem da riqueza gerada pelo turismo e esperamos uma resposta rápida para não abalar a imagem positiva que Santa Catarina tem”, afirmou.

(Veja Matéria completa em Notícias do Dia, 28/09/2017)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.