Ressaca causa prejuízos de R$ 4 milhões em praias de Florianópolis
26/09/2017
Prefeitura de Florianópolis avalia mudar sistema viário em trecho da Beira-Mar Norte
26/09/2017

Florianópolis recebe a II Jornada de Turismo Social do Sesc

Florianópolis, um dos melhores destinos turísticos do país, sedia a II Jornada de Turismo Social, realizada pelo Sesc em Santa Catarina, nos dias 09 e 10 de outubro de 2017, no Hotel Sesc Cacupé. Com o tema “Turismo e Sustentabilidade Ambiental: contribuições, paradoxos e desafios para o desenvolvimento sustentável”, o evento propõe uma reflexão sobre a atividade turística como uma estratégia eficaz de conscientização e preservação ambiental.

O objetivo é ampliar a compreensão do conceito de Turismo Sustentável e compartilhar boas práticas que valorizam o aspecto inclusivo, humanista e sustentável. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas online pelo site www.sesc-sc.com.br/jornada.

A Jornada de Turismo Social do Sesc está em sintonia com o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, proclamado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em reconhecimento ao setor.

“Enquanto atividade produtiva, o turismo possibilita a geração de empregos e renda aos segmentos envolvidos, ampliando oportunidades de ocupação e de inclusão de trabalhadores e de seus ofícios. À medida que as pessoas viajam, o diálogo e o entendimento são ampliados, bem como, a edificação da unidade na diversidade de cultura e de valores dos povos que se encontram”, declara Andréia Gouvêa Calian, gerente de Turismo Social do Sesc em Santa Catarina.

A programação trará pesquisadores e profissionais com expertise na área, para ministrar workshops sobre temas atuais voltados à atividade turística e painéis sobre ética, bem comum e meio ambiente, que vão traçar paralelos entre conceito e a prática do turismo sustentável. Também serão apresentadas experiências inovadoras, que ilustram o enfoque ambiental praticado em diversos segmentos do turismo.

A abertura será com palestra do Prof. Dr. Júlio Mendes, da Universidade do Algarve, de Portugal, no dia 09 de outubro, às 9h30. O especialista abordará algumas ações que o país lusitano – enquanto destino turístico Europeu – vem empreendendo para estabelecer sinergias com as propostas do Ano Internacional de Turismo Sustentado para o Desenvolvimento, ampliando qualidade de vida de residentes e de visitantes.

No mesmo dia, das 14h às 18h, o Painel “Experiências inovadoras” apresenta os cases de sucesso do Museu Comunitário Engenho do Sertão: saberes tradicionais (Bombinhas – SC); Ecomuseu Ribeirão da Ilha (Florianópolis – SC); A experiência de Turismo Eco-cultural da Rede TobTerra: Turismo de Observação de baleias por Terra (Garopaba – SC); Projeto Viva Ciranda (Joinville – SC); Selo de qualidade no Turismo do Paraná: diferencial competitivo e gestão sustentável para micro e pequenas empresas (Sebrae – PR); Vales da Uva e do vinho Goethe (Urussanga – SC); A Ilha de Porto Belo como modelo de gestão do uso turístico recreativo para a sustentabilidade ambiental de destinos insulares do Brasil (Porto Belo – SC); e Fortalezas da Ilha de Santa Catarina: atuação da Coordenadoria das Fortalezas da Ilha de Santa Catarina na gestão do patrimônio histórico (UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina).

No dia 10/10, o evento abre às 08h30, com a mesa redonda “O turismo no Sesc: transformação social para um mundo mais sustentável”, em que serão apresentados projetos inovadores desenvolvidos pelos Departamentos Regionais do Sesc na região Sul e São Paulo. Às 10h, o painel “Ética, bem comum, meio ambiente e turismo sustentável”, com participação da Profa. Dra. Helena Araújo Costa (UNB), do Prof. Dr. Helio Hintze (Fazer Pensar) e do Prof. Dr. Thiago Beraldo Souza (ICMBIO). A programação encerra com Workshops, das 14h às 16h30, com cinco temas diferentes: Ecomuseu; Turismo e Tecnologia da Informação e Comunicação: Desafios e Oportunidades; Turismo e Educação Ambiental; Ecogastronomia; e Indicadores de competitividade para o turismo.

(Brasilturis, 25/09/2017)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *