Fortalezas administradas pela UFSC têm acesso gratuito uma vez por mês até novembro
04/08/2017
Parque de Coqueiros ganha revitalização e espaço para cachorro
04/08/2017

Reprovada no primeiro teste: goteiras continuam na rodoviária Rita Maria, em Florianópolis

Após a entrega das obras de revitalização do Terminal Rodoviário Rita Maria, em Florianópolis, no dia 5 de julho, o telhado voltou a apresentar goteiras com a chuva que atingiu a região na madrugada e manhã desta quinta-feira (3). Esse foi o primeiro teste do telhado após a reinauguração, que contou com a presença do governador Raimundo Colombo (PSD). Em 2013, o Ministério Público de Santa Catarina chegou a pedir a interdição da rodoviária em função da quantidade de goteiras. Nesta quinta, os pingos de água estavam concentrados na calha da viga central, que une as telhas, do embarque ao desembarque. A reportagem contou 17 pontos de goteira pelo terminal no térreo e no 1º piso.

A reforma da rodoviária durou quatro anos, custou R$ 12,9 milhões aos cofres do Estado. O consultor da Secretaria de Infraestrutura, engenheiro Ivan Amaral, informou que a empresa responsável fez a vistoria e os trabalhos devem ser finalizados até a terça-feira (8).

De mudança da Argentina para a Capital catarinense, o músico Antônio Mojes lamentou a falta de cuidado na execução da obra. “Não é à toa que o Brasil é o país do jeitinho. Uma obra recém inaugurada que já apresenta um problema é inaceitável. Uma cidade turística, que visito há 26 anos e escolhi para viver, não merece ser tratada desta maneira”, reclamou o músico.

Além da reforma no telhado, a rodoviária recebeu outras melhorias: pintura, substituição do piso e recapeamento asfáltico nas pistas. Para atender as 2 milhões de pessoas que circulam pelo terminal todos os anos, a rodoviária opera com 23 empresas, com destinos nacionais e internacionais, em 12 mil m². A rodoviária tem um fluxo médio de 450 ônibus por dia.

(Leia na íntegra em Notícias do Dia, 03/08/2017)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

0 Comentários

  1. Élzio do Espírito Santo Oliveira disse:

    ENGENHARIA? Falha de projeto e/ou fiscalização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *