Clipping

Congresso reunirá em Florianópolis especialistas mundiais em saneamento




Santa Catarina abriga, nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, um dos maiores eventos nacionais sobre saneamento. Tecnologias avançadas de tratamento de água e esgoto, qualidade de águas costeiras, balneabilidade, emissários submarinos na América Latina, gestão de recursos hídricos, gestão da água e ambiente são os principais temas do Congresso Catarinense de Saneamento/Feira de Saneamento, que se realizarão no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, em Canasvieiras, em Florianópolis.

Organizados em parceria entre Casan e Sindicato dos Engenheiros no Estado de Santa Catarina (Senge/SC), os encontros terão como tema principal “Tratar a água é tratar a vida”. O congresso contará com palestrantes que são referências mundiais no setor, como o professor George Tchobanoglous, da Universidade da Califórnia em Davis, especialista em tratamento de esgoto e reúso de água.

Mais de 30 empresas expositoras participarão da primeira Feira de Saneamento, compartilhando sua expertise na área. Entidades como a Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) e o Crea já se associaram ao evento. Os encontros são direcionados a profissionais de empresas públicas e privadas de saneamento, a estudantes de áreas como engenharia sanitária e ambiental, engenharia química e gestão ambiental e também as areas médicas. As inscrições devem ser realizadas no site concasan2017.com.br.

Estudantes e grupos de empresas poderão ter preços diferenciados e, para tanto, devem enviar mensagem para o e-mail concasansc@gmail.com. Também é possível acompanhar informações sobre o Congresso Catarinense de Saneamento no site concasan2017.com.br/#0 e na fanpage www.facebook.com/concasansc.

Principais palestrantes:

George Tchobanoglous
Professor emérito no departamento de Engenharia Civil e Engenharia do Ambiente na Universidade da Califórnia, autor ou coautor de mais de 375 publicações, incluindo 14 manuais e cinco livros de referência na área da Engenharia. O Professor T, como é mais conhecido, também faz consultoria editorial para a série de livros Water Resources and Environmental Engineering, da editora McGraw-Hill. Seus manuais são usados em mais de 225 escolas e universidades somente nos Estados Unidos, destacando-se entre eles Principles of Water Treatment, Handbook of Solid Waste Management e Wastwater Engineering: Treatment and Reuse. Professor George T, como é conhecido entre colegas e alunos da Universidade da Califórnia em Davis, falará sobre o tratamento de esgotos do século 21, reúso potável de esgoto e novos conceitos como o Net-Zero Water Management.
Menahem Libhaber
O engenheiro israelense colaborou com publicações importantes como o Sustainble Treatmente and Reuse of Municipal Wastewater e Marina Wastewater Outfalls and Treatmente Systems, que trata dos aspectos tecnológicos e ambientais referente a emissários submarinos. No evento irá abordar os emissários submarinos como solução de tratamento e disposição de esgotos em cidades costeiras e sua a experiência com emissários na América Latina.
Claudia Lamparelli
A doutora Clausia Lamparelli é especialista em qualidade das águas costeiras da companhia de Meio Ambiente de São Paulo, CETESB. Sob sua coordenação estão os programas de avaliação da balneabilidade e qualidade das praias do Estado de São Paulo. Cláudia irá abordar como ações de saneamento trazem reflexos na balneabilidade e nos indicadores ambientais.
Carlos E. M. Tucci
PhD Recursos Hídricos (Colorado State University), professor titular aposentado do IPH/UFRGS e Feevale, autor de mais de 300 artigos científicos, livros e capítulos de livros. Consultor atuando nos últimos 35 anos junto a empresas e entidades nacionais e internacionais, como Unesco, Banco Mundial, BID, ANEEL, ANA e Itaipu. Atua em Águas Urbanas, Modelagem de Sistemas Hídricos, Gestão de Recursos Hídricos, Previsão e Alerta de Sistemas Hídricos, Gestão de Água e Meio Ambiente. Tucci foi premiado em 2011 pela International Association of Hydrological Sciences.
Francisco Gross
O engenheiro civil sanitarista Francisco Gross é professor na Universidade de Montevideo (Uruguai) e especialista em tratamento de água e esgoto com experiência prática e acadêmica ao longo de mais de 30 anos de atuação. Possui vasta experiência na aplicação de tecnologias avançadas de tratamento de água/esgoto: clarificação por flotação por ar dissolvido, processos combinados físico-químico e biológicos de biofilme, etc. que tem permitido implantar soluções compactas. No evento irá abordar a temática vinculada a novas tecnologias avançadas aplicadas ao tratamento de água e esgoto como ferramenta estratégica.
Tobias Bleninger
Possui doutorado em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambiental do Karlsruhe Institute of Technology (2006) na Alemanha e graduação em Engenharia Civil com especialização em Hidráulica e Meio Ambiente da mesma universidade onde também liderou o grupo de Environmental Fluid Mechanics até 2009. Desde então trabalha como professor em Mecânica dos Fluidos Ambiental e Matemática Aplicada na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Tem experiência na área de Hidráulica e Mecânica dos Fluidos, aplicando métodos numéricos, fazendo medições em campo e em laboratório. Entre seus temas principais de pesquisa estão estudos de emissário submarinos, projetos de hidráulica de hidrovias e fenômenos de transporte em reservatórios.

Pablo Sezerino
Engenheiro Sanitarista e Ambiental formado no ano de 1999 pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutor em Engenharia Ambiental diplomado no ano de 2006 pela UFSC, com período de Estágio de Doutoramento no ano de 2004 na Universidade Técnica de Munique (TUM – Alemanha). Possui publicações em periódicos internacionais e nacionais versando sobre a temática do tratamento local/individual de esgotos doméstico/sanitário. É coautor de livro “Aplicação de sistemas tipo wetlands no tratamento de águas residuárias”. Coordenador do grupo nacional Wetlands Brasil. Editor do Boletim Wetland Brasil (ISSN 2359-0548). Coordenador do Curso de Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental da UFSC. Supervisor do Grupo de Estudos em Saneamento Descentralizado – GESAD/UFSC. Pesquisa e trabalha mais de 20 anos com a temática do tratamento local/individual de esgotosdoméstico/sanitário.

(sc.gov.br, 22/08/2017)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.