Submissão de artigos para seminário internacional de direitos humanos e da natureza
11/08/2017
Livro resgata a batalha pela restauração das fortalezas da Ilha
11/08/2017

Comcap colocará 11 novos pontos de entrega de materiais recicláveis em Florianópolis

Até o dia 11 de agosto, Florianópolis receberá 11 novos PEVs (Pontos de Entrega Voluntária) para materiais recicláveis. Todos serão instalados pelas equipes da Comcap (Autarquia de Melhoramentos da Capital) na região da Beira-Mar Norte. A meta é chegar a 75 PEVs, confirma o presidente da Autarquia, Carlão Martins.

Com esse novo lote, a rede de pontos de entrega da Comcap passa de 15 para 26 onde as pessoas podem levar embalagens de vidro (contentores verdes) e de outros materiais como plástico, metal e papel (contentores azuis). Florianópolis foi a primeira capital do Sul do Brasil a implantar a coleta seletiva exclusiva de vidro por entrega voluntária. A ação começou pelos bairros continentais. Além de ser um material 100% reciclável, o vidro provoca riscos de acidentes e danifica equipamentos. “A separação e a entrega voluntária de vidro nos PEVs ou Ecopontos são de grande colaboração ao sistema de coleta. A pessoa tem a chance de alinhar sua consciência à atitude adequada”, comenta Carlão.

A Capital também conta com um programa de doação desse mobiliário urbano pela iniciativa privada. Fiesc e Ufsc são as principais parceiras.

Nos locais onde não há PEVs, a coleta de vidro é feita normalmente pela coleta seletiva da Comcap.

(Leia na íntegra em Notícias do Dia, 10/08/2017)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *