Por Assessoria de Comunicação FloripAmanhã

Encontro visa debater Revitalização de Espaços Urbanos e Meio Ambiente de Florianópolis




Proporcionar a troca de experiências e informações sobre a revitalização de espaços urbanos e o meio ambiente da capital catarinense é o objetivo principal do 1º Encontro sobre Revitalização de Espaços Urbanos e Meio Ambiente de Florianópolis, que será realizado na próxima quarta-feira (21/06), a partir das 9h30min, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), localizado na rua Felipe Schmidt, Centro.

A Praça Getúlio Vargas é um dos belos exemplos de revitalização e adoção de espaços públicos

Estão sendo convidados para o evento todos os adotantes de espaços públicos — empresários, associações e pessoas físicas, além de secretários e servidores municipais, entidades e empresas com interesse em conhecer mais sobre o Programa Adote uma Praça, uma iniciativa da FloripAmanhã em parceria com a Floram (Fundação Municipal de Meio Ambiente) que desde 2007 promove a adoção de espaços públicos como praças e canteiros. Em maio deste ano, com a publicação do Decreto 17584/2017, o Programa ganhou um reforço institucional com a criação do Grupo Público-Privado de Revitalização de Espaços Urbanos e Meio Ambiente da cidade, com representantes de diferentes secretarias municipais e ainda a participação voluntária de técnicos da Associação FloripAmanhã.

“Desejamos com este evento oportunizar que os atuais e futuros adotantes de espaços públicos se conheçam para criar um momento de aprendizado e de troca de experiências sobre revitalização de espaços urbanos e meio ambiente”, afirma Salomão Mattos Sobrinho, coordenador do GT de Revitalização da FloripAmanhã. A programação do evento prevê a apresentação de projetos inovadores e bem sucedidos de revitalização, bem como a discussão sobre a realidade dos espaços urbanos públicos de Florianópolis.

Adote uma Praça

Sobrinho explica que qualquer pessoa jurídica pode adotar um espaço público para manter, basta manifestar interesse. “Os espaços públicos a serem adotados são praças, canteiros, rótulas e avenidas. Este ano já tivemos 11 novos adotantes, mas temos aproximadamente 200 espaços para serem adotados”, informa. “Pretendemos, até o final do ano, ter mais 30 espaços adotados por empresas”.

A FloripAmanhã é a responsável por toda a mobilização e busca de adotantes, enquanto a prefeitura fica encarregada da parte técnica.

Responsabilidade de todos

A secretária de Segurança Pública e coordenadora do Grupo de Revitalização de Espaços Urbanos e Meio Ambiente, Maryanne Mattos, comenta que este encontro é de grande importância para conhecer e criar uma relação mais estreita e direta com os adotantes de espaços públicos e para, ao mesmo tempo, incentivar novos adotantes. “Precisamos criar a cultura de que o espaço público é de responsabilidade de todos, não apenas do poder público. Juntos podemos criar ações para devolver esses lugares para a sociedade e para as pessoas usufruírem”, argumenta.

Maryanne comenta que, a partir do momento que estes espaços são cuidados e bem iluminados, passam a ser utilizados pelas pessoas para lazer, eventos culturais e encontro entre amigos. “Locais mal cuidados, sem iluminação e com pouca circulação de pessoas ficam suscetíveis a crimes, ao uso de drogas e a outras atividades ilícitas”, comenta.

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, e o secretário de Meio Ambiente, Planejamento e Desenvolvimento Urbano, Nelson Gomes Mattos Júnior também estarão presentes no Encontro, entre outras autoridades.



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

2 comentários para Encontro visa debater Revitalização de Espaços Urbanos e Meio Ambiente de Florianópolis

  1. Victor Hugo Oliveira Silva

    Costaría de poder participar desde evento, levando algunas sugestoes.

  2. Assessoria de Comunicação

    Victor, o evento também é aberto para pessoas físicas com interesse em conhecer mais sobre o Programa Adote uma Praça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.