Ipuf diz que divergências no Plano Diretor serão decididas pela Câmara de Florianópolis
21/06/2017
Inspeção
21/06/2017

Aprovação do Plano Diretor parece ser possível apenas se estiver de acordo com o interesse de poucos

Gabinete do prefeito Gean Loureiro e técnicos do Ipuf, responsável pelo Plano Diretor, questionam que o fato de a Justiça Federal ter suspendido a audiência pública final da próxima sexta-feira tenha sido noticiada em primeira mão pelo vereador Marcos José de Abreu – Marquito (PSOL) em uma rede social antes mesmo de ser oficializado às partes diretamente envolvidas.

Aliás
A cada canetada da Justiça, toda organização, planejamento e recursos públicos aplicados na divulgação das sucessivas audiências canceladas cai como um balde de água fria nos arquitetos e urbanistas do órgão de planejamento que invadem madrugadas ajustando mapas e gabaritos. Parece que só é possível que se aprove o Plano Diretor se estiver de acordo com o interesse de poucos.

Enquanto isso
Assessoria do Ministério Público Federal entra contato com a coluna para assegurar que os pareceres do MPF não têm como base qualquer intervenção de vereadores como Lino Peres, conforme publicado. Todas as manifestações estão baseadas nos autos, diz o MPF.

(Por Rafael Martinni, Diário Catarinense, 21/06/2017)

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *