Clipping

Prolongamento da terceira pista da SC-405 é autorizado e processo de licitações aberto




O vice-governador Eduardo Moreira autorizou, nesta quarta-feira (15), a abertura do processo licitatório para a segunda etapa da obra de prolongamento da terceira pista da SC-405, rodovia de acesso ao Sul da Ilha. O projeto contempla o trecho entre o elevado do Rio Tavares e a avenida Pequeno Príncipe, no Campeche.

O Governo do Estado também deverá rever o prazo de encerramento do contrato de financiamento do elevado, que vencerá em dezembro, permitindo ao município acelerar os trabalhos. As medidas foram anunciadas em reunião com o secretário de Infraestrutura, Luiz Fernando Vampiro, e o prefeito Gean Loureiro, no canteiro de obras do Elevado do Rio Tavares.

Para o vice-governador, as duas obras são fundamentais para a mobilidade urbana da cidade. “Não tem sentido este esqueleto [as fundações do elevado] permanecerem como estão. É um desperdício de dinheiro público”, disse.

A terceira pista foi construída entre o Elevado da Seta e o Trevo do Rio Tavares em 2011, e tem 2,6 km. O valor do prolongamento é estimado em R$ 11 milhões. Aproximadamente R$ 4 milhões virão do governo estadual, enquanto a Prefeitura arcará com o restante, referente às desapropriações. O serviço no trecho entre os trevos do Rio Tavares e do Campeche, de cerca de 1 km, será feito pela Secretaria da Infraestrutura.

Desapropriações

As desapropriações ocorrem segundo uma lei aprovada pela Câmara de Vereadores em janeiro. A nova legislação permite que construtoras que tenham que pagar outorga para a Prefeitura, por conta de obras que estão ou vão realizar, possam adiantar o recurso e destinar para desapropriações de obras públicas.

“O construtor que adianta o pagamento dessa taxa por meio da desapropriação e ganha desconto, o dono do terreno que precisa ser desapropriado e recebe o recurso integral com 25% a mais do que a avaliação do seu imóvel, e a Prefeitura, que não possui recursos para desapropriação e necessita entregar importantes obras de interesse de todos”, explicou o Gean Loureiro.

Leia na íntegra em Notícias do Dia Florianópolis, 15/03/2017.



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.