Floripa sem berbigão: pelo menos desde abril de 2016 não há mais extração do molusco
31/01/2017
Pacto Pela Mobilidade Urbana na Capital não vale mais nada
31/01/2017

Sem patrocínio de cervejaria, desfile das escolas de samba de Florianópolis fica indefinido

Faltando 25 dias para o Carnaval, a Liga das Escolas de Samba de Florianópolis (Liesf) corre contra o tempo para garantir o desfile do Grupo Especial na Nego Quirido. Depois do corte dos recursos por parte da prefeitura, ainda em dezembro, na última sexta-feira, mais um baque: a Ambev, empresa esperada para patrocinar o desfile, confirmou que não irá mais apoiar a festa na passarela manezinha.

— A empresa (Ambev) tomou a decisão de não apoiar o desfile e quis apostar no Carnaval de rua. Mas nós estamos atrás de mais empresas — garantiu o presidente da Liesf, Joel Costa Júnior.

O susto fez com que os presidentes das escolas de samba se reunissem para uma conversa de avaliação sobre a situação financeira dos grupos. A posição até agora é que o desfile aconteça, comentou o presidente da Consulado, Márcio Machado. A expectativa é de entrada de recursos de novas empresas e apoio do Governo do Estado.

O presidente da Liesf explica que novas conversas com duas empresas, entre elas uma outra cervejaria, estão adiantadas e que nesta semana espera-se respostas de patrocínio via Lei Rouanet. A Liga conseguiu um aporte de R$ 4 milhões para serem conquistados pela Lei, mas por enquanto, o caixa contabiliza aproximadamente R$ 1 milhão, com apoio das lojas Koerich e Engie Brasil Energia (a antiga Tractebel).

A expectativa era de que cada escola do Grupo Especial – são seis – recebesse em torno de R$ 400 mil a R$ 500 mil para a realização do desfile. No ano passado, o valor repassado foi de aproximadamente R$ 800 mil.

O que diz a Ambev

A Ambev emitiu uma nota para avisar que este ano “não irá patrocinar a Liga das Escolas de Samba de Florianópolis, mas oferecerá na Praça Fernando Machado cinco eventos – de 24 a 28 de fevereiro – com oito shows gratuitos. A marca também estará presente no carnaval de rua do Centro da cidade, bairros e blocos”. A Skol irá realizar uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira para revelar as novidades em relação ao carnaval de rua. A cervejaria ainda vai trazer os shows de Jota Quest, Ludmilla e outros funkeiros para a cidade.

Região

A Prefeitura de Biguaçu informou nesta segunda-feira que vai buscar apoio para o Carnaval 2017 junto à Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), que abriu programa no dia 24 de janeiro para as prefeituras protocolarem pedidos por recursos para infraestrutura dos eventos. No total, a SOL vai disponibilizar R$ 4 milhões para o Estado inteiro. Em nota, a prefeitura avisa que se não forem repassados os valores, o Carnaval na cidade será cancelado por conta da complicada situação financeira.

Em São José e em Palhoça, a programação de Carnaval das prefeituras deste ano também foi cancelada em virtude da crise econômica.

(Diário Catarinense, 30/01/2017)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *