Clipping

Governo assina contratos que somam R$ 15 milhões para tecnologia e pesquisa




O governo do Estado promoveu, na manhã desta terça-feira (4), no Teatro Pedro Ivo, solenidade de assinatura de repasses de recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) para projetos de inovação e pesquisa, com a participação do ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

Os convênios totalizam cerca de R$ 15 milhões e contemplam o programa Sinapse da Inovação; edital para contratação de projetos com a Associação Catarinense das Fundações de Ensino (Acafe), Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS); Programa de Pesquisa para o SUS; Conselho Britânico; Programa Primeiros Projetos e acordo Fapesc e Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Emprapii).

Kassab destacou durante o evento que, em um momento de crise, mais do que nunca é necessário investir em tecnologia e inovação. “Qualquer país em crise tem no investimento na inovação uma das principais possibilidades de retomada do crescimento. E aqui em Santa Catarina temos o berço da inovação, com um papel muito importante desses investimentos.”

Para o Sinapse da Inovação, programa de incentivo ao empreendedorismo inovador que oferece recursos financeiros, capacitações e suporte para transformar ideias inovadoras em empreendimentos de sucesso foram selecionadas 91 startups, que receberão R$ 60 mil, além de uma bolsa com valor mensal de que varia de R$ 2,5 mil a R$ 3,5 mil. Com vigência de 12 meses, a bolsa de apoio à inovação vem sendo paga aos técnicos ligados aos empreendimentos de 21 municípios em diversas regiões.

O governador Raimundo Colombo afirmou que o programa possibilita o apoio direto às pessoas que têm vocação empreendedora e uma ideia importante na área de tecnologia. “Depois de passar por uma rigorosa seleção e uma avaliação técnica, elas são selecionadas e aí o governo dá um aporte financeiro para que essas ideias se materializem em uma empresa e um produto. Com isso a gente contribui para a competitividade, para a eficiência empresarial e gera empregos. Esse programa já vem há alguns anos apresentando excelentes resultados. Toda nova economia precisa de apoio, e o Estado está dando esse apoio estrutural.”

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gelson Merisio (PSD), frisou que os investimentos nesse setor fizeram de Santa Catarina um polo de tecnologia – e hoje mais de 5% da economia estadual já provém do setor tecnológico. “Precisamos incentivar novas ideias, novos empreendedores, principalmente os jovens, a fazer parte desta nova economia, que é a inovação, o investimento no futuro.” Ele aposta que, no futuro próximo, o estado será o principal polo tecnológico do país.

Projetos contratados: Acafe

Com a Acafe serão 94 projetos de pesquisa em várias áreas de nove universidades associadas, conforme resultado do edital realizado em 2015. Os valores dos projetos variam entre R$ 15 mil e R$200 mil. Nesta terça-feira, serão liberados R$ 3,25 milhões, destes 50% são da Fapesc e 50% das instituições Acafe.

UFFS

Serão concedidas 26 bolsas de Iniciação Científica e contratados 18 projetos de grupos de pesquisa selecionados no edital de Apoio à Pesquisa com a Universidade Federal Fronteira Sul, com sede em Chapecó. A instituição aportará R$ 500 mil, mesmo valor a ser repassado pela Fapesc aos pesquisadores.

Saúde em foco

Outro documento será assinado para ratificar os 22 projetos aprovados no PPSUS – Gestão Compartilhada em Saúde (Programa de Pesquisa para o SUS). Os estudos propostos visam à melhoria da qualidade de atenção à saúde no SUS em Santa Catarina. Serão repassados R$ 2,5 milhões, sendo R$ 1,5 milhão do Ministério da Saúde, R$ 500 mil da Fapesc e R$ 500 mil da Secretaria de Estado da Saúde.

Conselho Britânico

A cerimônia também marca o repasse de recursos da chamada Researcher Connect, em parceria com o Conselho Britânico, no âmbito do Fundo Newton, por meio de parceria com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa. Foram contemplados três projetos, de diferentes instituições: Unochapecó, Unisul e IFSC.

Novo acordo e edital

Ainda no evento desta terça-feira, a Fapesc irá lançar um novo edital do Programa Primeiros Projetos, para jovens pesquisadores que concluíram doutorado há menos de 7 anos. O prazo para submissão de propostas começa nesta terça, 4 de outubro, e termina dia 16 novembro. Serão disponibilizados R$ 3 milhões, em parceria com o CNPq, sendo R$ 2 milhões do CNPq e R$ 1 milhão do governo do Estado.

A Fapesc também assinará acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) para promover iniciativas de colaboração científica e desenvolvimento tecnológico. As unidades Embrapii em Santa Catarina que abrigarão as atividades coordenadas por este acordo são: Fundação Certi, Polo/UFSC e Rema/UFSC.

(Agência ALESC, 04/10/2016)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.