Por Assessoria de Comunicação FloripAmanhã

FloripAmanhã é convidada para construção da Rede de Monitoramento Cidadão




Na última quinta-feira, dia 29 de setembro, a presidente e a secretária executiva da Associação FloripAmanhã, Anita Pires e Márcia Teschner, foram apresentadas para o projeto Rede de Monitoramento Cidadão, quinta etapa da metodologia Iniciativa Cidades Emergentes e Sustentáveis (ICES), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que no Brasil conta com o apoio da Caixa Econômica Federal.

Márcia Teschner, Anita Pires e Tatiana Wittmann

 

A mobilizadora local do projeto, Tatiana Wittmann, falou sobre a metodologia, que tem como objetivo ajudar os governos locais a enfrentar a questão da sustentabilidade e a lidar com problemas ambientais urbanos. Ela já foi implementada em cerca de 70 cidades da América Latina e Caribe e está presente em cinco cidades brasileiras, incluindo Florianópolis (SC).

Levantamento de indicadores, estudos de base e debates com diversos atores da sociedade ao longo de quase dois anos geraram o Plano de Ação Florianópolis Sustentável, lançado em junho de 2015.

A metodologia prevê o estabelecimento de uma Rede de Monitoramento Cidadão, que tem como objetivo reforçar a capacidade dos agentes da sociedade civil de monitoramento e participação ativa na elaboração de políticas públicas. A ideia é que a Rede – composta por ONGs, academia, empresas, cidadãos, mídia – acompanhe o desdobramento do Plano de Ação Florianópolis Sustentável e a evolução dos seus indicadores.

A Baobá Práticas Sustentáveis é a agência executora do projeto de constituição da Rede e está realizando o mapeamento de possíveis atores que integrem a Rede de Monitoramento Cidadão, incluindo a FloripAmanhã.

Para saber mais sobre a Baobá Práticas Sustentáveis, acesse Baoba Praticas Sustentaveis



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.