Aprovadas datas de audiências do Plano Diretor
02/05/2016
Santa Catarina está com 143 pontos analisados próprios para banho
02/05/2016

Pesquisa da Fecomércio apresenta dados da temporada

A Secretaria Municipal de Turismo participou nesta sexta-feira, 29, da apresentação dos resultados da pesquisa de Turismo de Verão 2016 realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio-SC) entre janeiro e fevereiro deste ano.

O estudo foi dividido em dois momentos, no primeiro deles aponta o perfil do turista que buscou uma das quatro cidades pesquisadas durante o verão: São Francisco do Sul, Imbituba, Balneário Camboriú e Florianópolis. Na segunda parte o levantamento mostra o impacto que este volume de turistas trouxe para o comércio.

Ao todo foram entrevistados 1.601 turistas nas quatro cidades, sendo deste total 392 que estavam na capital. Os dados foram coletados do dia 5 de janeiro a 20 de fevereiro, segundo Renato Barcelos, que faz parte da equipe técnica que elaborou a pesquisa, para que fossem pegos aqueles visitantes que chegaram aqui especificamente para a temporada de verão e não para as festas de fim de ano.

A maioria dos turistas que chegaram à cidade eram provenientes do próprio país, 55%, seguido pelos argentinos, 32,7%. Porém, dentre as quatro cidades analisadas Florianópolis foi a que mais recebeu turistas estrangeiros, 45%. Já entre os visitantes brasileiros vieram para cá em maior número os gaúchos, 39,1% e os paranaenses, 15,3%.

Dentre os meios de transportes usados durante o trajeto para a capital destaca-se o veículo próprio, 50,5%, seguido do avião, 31,9% e do ônibus regular 16,1%. Estes turistas vêm em grande parte acompanhados de seus familiares ao destino, sendo 54,1% deles, com uma renda média familiar de R$ 4.008 a R$ 6.506, entre 30,1% dos entrevistados.

Com relação aos meios de hospedagens utilizados na capital houve um equilíbrio entre as escolhas, pois 24,2% responderam que ficaram em casa alugada, outros 22,7% se alojaram em casa de parentes ou amigos, 21,2% ficaram em pousadas e 20,9% em hotéis.

Contudo, Renato Barcelos lembrou durante a apresentação da pesquisa que os leitos de Florianópolis tiveram uma ocupação de 85,6% durante este período, o que indica que o fato de eles não estarem no topo dos meios de hospedagem buscados seja negativo, pois há neste caso uma relação entre oferta dos leitos e a demanda a ser atendida, que por vezes supera os leitos disponíveis.

O tempo médio de permanência dos turistas na cidade, considerando todos os meios de hospedagem, foi de 9,7 dias. Já o motivo principal para a escolha do destino foi em maioria o fato de já conhecerem a cidade, indicado por 44,4% dos entrevistados.

No que diz respeito aos gastos médios com a temporada, na capital, ficou dividido da seguinte forma: R$ 2.651,07 (hospedagem); R$ 332,00 (transporte); R$ 974,96 (alimentação); R$ 556,98 (lazer); R$ 584,84 (comércio), sendo o total geral de R$ 3.387,03.

Avaliação do turista

Quanto à avaliação do turista referente à temporada 49% avaliou ela como boa, 27% como ótima e outros 12% como regular. Com relação aos dados analisados de forma individual, foram denominados como bons os seguintes itens: comércio (62%); restaurantes/alimentação (57%); hospedagem (52%); opção de lazer (53%); infraestrutura das praias (43%) e a receptividade dos moradores (50%). Já quanto o serviço de orientação ao turista 48% disseram que não utilizaram.

O vice-presidente de Turismo e Região Sul da Fecomércio-SC, Fernando Willrich, destacou que: “a pesquisa de turismo de verão tem o intuito principal de levar estes números ao empresário, para que ele possa entender o perfil deste turista, e também para que possamos apresentar ao poder público a demanda do mercado”.

A pesquisa completa está disponível NESTE LINK, e em breve constará no Observatório de Turismo de Florianópolis, complementando outros levantamentos realizados na capital.

(Prefeitura de Florianópolis, 29/04/2016)

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *