Clipping

Capital passa a ter central de controle de tráfego




Em duas fases sequenciais – uma que se encerra em 30 dias e outra, em 60 dias – a Capital passará a contar com um sistema de controle de trânsito inteligente, informatizado, comparável ao das principais metrópoles do mundo. Os 134 cruzamentos dotados de semáforos serão controlados automaticamente, com prioridade de trânsito, em determinados horários e com perfeita sincronização, para as vias de maior fluxo. “É a primeira vez na história da cidade que se pensa num controle de tráfego adequado à complexidade de nosso sistema viário”, disse o prefeito Cesar Souza Junior.

Nesta primeira fase de implantação, a ser concluída em 30 dias, a principal vantagem do novo sistema será que, além de monitorado, ele pode ser corrigido a distância. Com o sistema atual, dá para acompanhar pela central de monitoramento se determinado semáforo apresenta defeito, mas a correção desse defeito só é possível in loco, o que demanda tempo e aumenta o grau de transtorno aos motoristas. Com o nova central, a maior parte das panes pode ser sanada da própria sala de controle. Também on-line, será possível alterar o tempo dos semáforos para adequá-lo a determinado evento, como a passagem de um comboio, por exemplo.

Na segunda etapa do projeto, dentro do prazo de 60 dias de implantação, os principais cruzamentos – nas avenidas Beira-mar Norte e Mauro Ramos, na Ilha, e ruas Fúlvio Aducci e Gaspar Dutra, no Continente, entre outros – ganharão contadores de veículos, que terão a finalidade de avaliar qualquer aumento de fluxo e, por conta própria, determinar o aumento do tempo de sinal verde naquele sentido da via, naquele determinado momento, para possibilitar o escoamento do tráfego.

Com seis telas de LED, a central de monitoramento, que vai operar na sede da Secretaria de Segurança e Gestão do Trânsito, não cuidará apenas do controle semafórico: será uma Central de Operações de Segurança e Gestão do Trânsito, agregando também representantes da Guarda Municipal e da Defesa Civil de Florianópolis. Com conexão com algumas câmeras de monitoramento da Polícia Militar, a Central terá capacidade de acompanhar situações de risco que exijam a interferência dos agentes municipais.

Estreito 

Os problemas de sincronismo dos semáforos do Estreito estão em vias de acabar. O diretor de operações da Secretaria de Segurança e Gestão do Trânsito de Florianópolis, Leandro Marques, informou que, a partir de segunda-feira (22), os motoristas que trafegam na região vão sentir os efeitos da modernização que está sendo feita no sistema de controle de trânsito da região.

Os problemas estavam ocorrendo, segundo ele, por causa das mudanças que a Prefeitura está promovendo na forma como a sincronização é coordenada nos semáforos da região. Leandro disse que cerca de 30 novos semáforos, com sincronismo automático, foram instalados nas principais vias do Estreito, mas ainda estava faltando o devido ajuste para o perfeito funcionamento. Esses ajustes, garantiu o diretor, serão concluídos no próximo fim de semana. Há 18 anos os semáforos da Capital não passavam por uma operação como essas.

(Prefeitura de Florianópolis, 22/02/2016)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.