Clipping

Músicos comemoram 50 anos do Rancho de Amor à Ilha com show no Mercado Público




Um pedacinho de terra perdido no mar… A letra é conhecida por todos que moram em Florianópolis e até mesmo por quem é de fora, tamanha a riqueza da canção. Não é a toa que o hino “Rancho de Amor à Ilha”, composto por Claudio Alvim Barbosa, o Zininho, completa 50 anos sendo ouvido e cantado por crianças, adolescentes e adultos. Para homenagear a famosa canção, um grupo de cantores independentes, entre eles a filha do compositor, Claudia Barbosa, fez uma homenagem no espaço cultural do Mercado Público de Florianópolis na noite desta quinta-feira (24). Comerciantes, moradores da Capital e turistas acompanharam a apresentação, que teve outras músicas de Zininho que falam de Florianópolis, como “Largo 13 de Maio” e “Miramar”.

Para Claudia, o momento em que o hino da Capital completa 50 anos representa um grande marco. “‘Rancho de Amor à Ilha’ foi a luz, a declaração dele para a cidade que tanto amava. Ele sempre foi muito apaixonado por Florianópolis”, contou.

Uma canção eterna, que imortalizou também o seu compositor. “O artista se torna imortal quando sua obra não morre. E para mim tanto a música como meu pai estão mais vivos do que nunca”, afirmou Claudia.

Em novembro, ela pretende lançar um trabalho com a versão oficial de “Rancho de Amor à Ilha”, gravada no ano passado com a Camerata Florianópolis.

Com uma letra que expõe um pouco das belezas naturais de Florianópolis, a família de Zininho leva a canção adiante, e ela é cantada até mesmo pela neta, Maria Claudia. “Somos uma família criada através da arte e é gratificante poder cantar essa música. Eu sei o quanto ela representa para nossa família e para a cidade”, disse a neta.

Centro em movimento também no fim de semana

Feiras de artesanato, produtos orgânicos e atrações no Mercado Público. Seja durante o dia ou à noite, o Centro de Florianópolis está em movimento. Neste sábado (26), as ruas reúnem música, arte e cultura. Com o projeto Viva a Cidade, parceria da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e prefeitura, além de brechós, apresentações culturais, bares, restaurantes e feiras de antiguidades, quem mora na Capital tem a oportunidade de mostrar seu negócio.

(Notícias do Dia Online, 24/09/2015)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.