Clipping

Ordem de serviço para obras do Centro de Monitoramento é assinada




A ordem de serviço para a construção do Centro de Monitoramento e Alerta Catarinense foi assinada na tarde de quarta-feira (19). O contrato prevê construção do prédio em 360 dias.

O anúncio da obra foi feito na sexta-feira (14) pelo governo do estado. Os trabalhos devem começar no segundo semestre de 2016 e estão orçados em R$ 10,2 milhões. Os recursos devem ser financiados pelos bancos do Brasil (BB) e Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Os documentos foram assinados pelo secretário de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina, Milton Hobus e o engenheiro civil, Ricardo Vilela, que representa a empresa Ramses Engenharia, vencedora da licitação.

O Centro será construído na Avenida Ivo Silveira, no Bairro Capoeiras, em Florianópolis. O endereço é o mesmo onde já funciona a sede da Defesa Civil catarinense.

O investimento prevê ainda a aquisição de toda estrutura interna e ampliação da rede territorial, pluviômetros, estações meteorológicas, equipamentos para monitoramento de áreas de recorrência em deslizamentos, entre outros.

Serviços

O local vai reunir serviços de meteorologia, emissão de alertas, operação de controle de cheias, coordenação e gestão de desastres. Haverá ainda informações dos planos de contingência, mapeamento de área de risco, de ação emergencial e de ajuda mútua.

A intenção é introduzir o conceito em gestão de risco integrada. “É um conjunto de ações, que não se limita a obra estrutural, mas todas as ações tornam o maior investimento da história de Santa Catarina em redução no impacto dos desastres”, destacou o secretário Milton Hobus.

(G1 Santa Catarina, 20/08/2015)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.