Edital do Mercado do Continente sai na terça
14/04/2015
Parque do Rio Vermelho é alvo de vândalos
14/04/2015

Cadastramento biométrico é obrigatório para eleitores de Florianópolis

É obrigatório. Até 22 de março de 2016, os eleitores de Florianópolis terão de fazer o cadastramento biométrico para votar nas eleições municipais de 2016. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), cerca de 292 mil eleitores devem comparecer, uma vez que 42 mil (12,45%) já realizaram o cadastramento. Para agilizar e facilitar a coleta das digitais, o TRE inaugurou na tarde desta segunda-feira (13) uma unidade atendimento no Norte da Ilha, ao lado do Terminal Urbano de Canasvieiras (Tican).

“O eleitorado precisa saber das consequências do não cadastramento”, alertou o desembargador Wanderlei Romer, presidente em exercício do TRE. Afora o impedimento de votar, quem não cadastrar a digital não poderá fazer passaporte e identidade, inscrever-se em concurso ou tomar posse em cargo ou função pública, participar de concorrência ou obter empréstimo de instituição pública, renovar matrícula em instituição oficial, entre outras restrições.

Para cadastrar a digital basta o eleitor dirigir-se à unidade do Norte da Ilha, ou à central de atendimento do TRE, localizada na Avenida Rio Branco, 797, no centro de Florianópolis, munido de documento oficial com foto, comprovante de residência expedido nos últimos três meses e o título eleitoral (se tiver). A central do Norte da Ilha permanece aberta das 12 às 18 horas e a do centro, das 12 às 19 horas, sempre de segunda a sexta-feira.

O presidente do TRE fez um apelo: “Não deixem para a última hora”. Com efeito, em Canoas (RS), município gaúcho com cerca de 230 mil votantes, os eleitores deixaram para cadastrar a digital nos últimos dias. “Filas imensas se formaram e foi preciso aumentar os guichês de atendimento para dar conta”, explicou Jairo Grisa, servidor do tribunal.

Uma corrida contra o tempo

O TRE calcula que 100 mil eleitores residem no Norte da Ilha. Como a central de Canasvieiras dispõe de seis guichês operando seis horas por dia e o tempo de atendimento é estimado em 10 minutos por pessoa, a capacidade diária será de cerca 200 cadastros por dia. Mas para atender 100 mil eleitores em 240 dias úteis seria preciso cadastrar mais de 400 digitais por dia. “Se for necessário implantaremos outros centros de atendimento”, esclareceu o presidente do TRE.

Acessibilidade

Vanderlei Romer destacou a acessibilidade da central de atendimento do Norte da Ilha, implantada ao lado do Tican, local para o qual convergem a maioria dos moradores da região. Já a central da Avenida Rio Branco, no centro da capital, não tem a mesma acessibilidade, poucas linhas de ônibus passam pelo local e o estacionamento é complicado. “É possível que a central de atendimento da Rio Branco mude para um local mais acessível”, informou Simone dos Santos Di Bernardi Martins, servidora do TRE.

Outros municípios que farão recadastramento

Os eleitores de São José, Palhoça, Biguaçu, Santo Amaro da Imperatriz, Joinville (sede) e Blumenau (sede) também serão obrigados a cadastrar a digital. No caso de Blumenau, o recadastramento está previsto para começar ainda em abril.

(Agência ALESC , 13/04/2015)

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *