Clipping

Número de praias impróprias para banho aumenta em Florianópolis




Basta um simples passeio pelas praias do norte da Ilha para constatar a presença de inúmeras placas de sinalização da Fatma (Fundação do Meio Ambiente) alertando para a qualidade da água. É na região que se concentram o maior número de pontos impróprios para banho em Florianópolis.

Em Jurerê Tradicional dos quatro pontos monitorados, dois foram considerados impróprios para banho de acordo com o último relatório de balneabilidade divulgado no sábado.

Na ocasião, dos 66 pontos analisados em Florianópolis, 35 deles foram considerados próprios e 31 impróprios para o banho.

O crescente número de pontos impróprios para banho chama a atenção e coloca em alerta profissionais do setor. A análise divulgada pela Fatma na semana anterior apontou apenas 25 pontos impróprios.

“O número de pontos impróprios aumentou principalmente no Carnaval com as fortes chuvas, que agravou a qualidade da água, sendo o norte a região mais afetada. A qualidade da água é influenciada por uma série de fatores, como vento e chuva”, afirma o diretor de proteção de ecossistemas da Fatma, Márcio Luiz Alves.

Apesar da poluição constatada em diversos pontos da ilha, muitos turistas e moradores não se inibem, e tomam seu banho de mar normalmente, mesmo com as placas que alertam para o perigo.

É o caso da moradora do bairro Kobrasol, Mara da Costa, 32, que aproveitou o domingo de sol para levar os filhos à praia, em Jurerê Tradicional. “Não vi a placa de alerta. Gosto dessa praia e da tranquilidade que ela oferece. Não acho que esteja poluída”, afirma.

Segundo a Fatma, os pontos impróprios devem ser levados a sério pelos banhistas, já que, na maioria das vezes, a sujeira da água está relacionada a ligações de esgoto.

O contato com a água que apresenta condições impróprias podem causar doenças aos banhistas. Náuseas, vômitos, irritações na pele e diarreias, são alguns dos sintomas.

Canasvieiras  1- Em frente a rua das Flôres  Nas cinco primeiras análises do ano o ponto estava impróprio. Ficou próprio apenas no dia 9 de fevereiro e voltou a condição anterior na Veja mais!

(ND, 23/02/2015)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.