Clipping

Florianópolis: a terra do improviso e da falta de autoridade




(Da coluna de Moacir Pereira, DC, 06/12/2014)

Jornalista Laudelino José Sardá está parado numa interminável fila na estrada que liga o Costão do Santinho ao centro Balneário dos Ingleses. Conduz amigos em visita a Florianópolis, todos indignados com o que ocorre neste momento no norte da Ilha.

Sairam do Costão do Santinho as 19,30 horas e neste momento – são 21,05 horas – nem chegaram perto da igrejinha dos Ingleses. Foram descobrir a causa: a Prefeitura de Florianópolis está realizando obras no centrinho dos Ingleses. Não é a primeira e nem será a última da atual temporada.

No sábado passado, quando o dia amanheceu esplêndido, o Deinfra provocou um engarrafamento monstruoso que ia de Santo Antonio de Lisboa à Avenida da Saudade. Motivo: o Deinfra fazia a substituição de guard-rails da SC-401. Obra que, convenhamos, em qualquer cidade do mundo, se executa de madrugada justamente para evitar imobilidade no trânsito.

Na última sexta-feira, o trânsito para o norte e o leste da Ilha sofreu uma paralisia quase total porque houve um acidente na avenida da Saudade. Pois a Policia Rodoviária Federal resolveu fazer na Trindade e na Santa Mônica um treinamento com seis potentes motocicletas e duas modernas camionetes – com um carro do Ministério da Justiça no meio – justamente naquele horário, prejudicando a via alternativa para o leste.

- A Ilha, que já não tem planejamento de trânsito e mobilidade urbana, está agora sem autoridade – desabafa o jornalista Laudelino Sardá.

 



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.