Assembleia desenvolve plano de gestão interna
12/10/2014
Ainda não delimitado e sem fiscalização, Parque da Galheta tem área ampliada para a Fortaleza
12/10/2014

Projeto de ampliação da Via Expressa é apresentado a prefeitos

[Por Agência ALESC, 10/10/2014]

Ampliar a capacidade da Via Expressa (BR-282), nos trechos entre São José e Florianópolis, é um dos objetivos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit/SC). O projeto básico, em fase final de elaboração, foi apresentado no final da tarde de quinta-feira (9) pelo superintendente Regional do Dnit no Estado, Vissilar Pretto, aos prefeitos de Florianópolis e São José, Cesar Souza Junior e Adeliana Dal Pont.

Cesar Souza Junior pretende aproveitar a visita da presidente da República, Dilma Rousseff, à Capital, no dia 17 de outubro, para buscar seu apoio ao projeto de ampliação da capacidade da Via Expressa. “O projeto é excelente, com soluções muito bem estudadas em pontos nevrálgicos da cidade. Não tem viés rodoviarista, mas humanizado”, comentou Cesar Junior sobre o projeto previsto para ser concluído ainda neste mês de outubro. O prefeito acredita se tratar da obra federal mais importante da Grande Florianópolis.

Na ocasião, o prefeito comprometeu-se a tomar as providências cabíveis para oficializar a anuência da prefeitura quanto ao uso e ocupação do solo. A medida visa a respaldar o pedido de licença ambiental à Fundação do Meio Ambiente (Fatma) nos próximos dias, para que o Dnit possa realizar audiências públicas em Florianópolis e São José.

O órgão federal também trabalha com a previsão de dispor do projeto executivo até o mês de dezembro e de poder licitar a obra, orçada em torno de R$ 500 milhões, no primeiro trimestre de 2015.

O projeto básico contempla vias exclusivas para ônibus e comunicação interbairros sem a passagem pela Via Expressa, embora não contemple a conectividade da Via Expressa com a Ponte Hercílio Luz. Segundo o chefe da Área de Estudos, Projetos e Meio Ambiente do Dnit/SC, engenheiro Huri Alexandre Raimundo, “obra complementar neste sentido já está sendo pensada”. Ele acredita que as soluções apresentadas devem ser adaptáveis para necessidades futuras.

O que prevê o projeto

Dentre as soluções projetadas para melhorar a mobilidade urbana da Via Expressa, pela qual passam 120 mil veículos por dia, está ampliá-la de modo que contemple, em cada um dos sentidos, separados por um canteiro central, três faixas para veículos ladeadas de faixas de acostamento (que futuramente podem assegurar uma quarta faixa para veículos) e uma faixa exclusiva para ônibus. Além disso, está prevista uma via lateral expressa também separada da faixa de acostamento por canteiro, por sua vez ladeado de passeio para pedestre, ciclovia e faixa para dutos (serviços públicos).

“É um projeto audacioso que precisa ser discutido e colocado em prática”, reforçou o superintendente Regional do Dnit, Vissilar Pretto.

(Com informações das assessorias do Dnit e Prefeitura de Florianópolis)

 

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *