Evento ‘Cidade Melhor’ busca orientar sobre descarte de resíduos
16/09/2014
Adiado para 2016 novo terminal do Aeroporto Hercílio Luz
16/09/2014

Região Metropolitana de Florianópolis é sancionada

O governador em exercício, Nelson Schaefer Martins, sancionou na (em 09/09), no Centro Administrativo, em Florianópolis, a lei complementar 1/2014, criando oficialmente a Região Metropolitana de Florianópolis. O ato contou com a presença da sociedade civil, representada pelo COMDES (Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis), do qual a FloripAmanhã faz parte. Para a FloripAmanhã, este é um importante passo para a construção de um planejamento urbano integrado da região, fundamental para buscar a solução de questões como a mobilidade, gestão de resíduos sólidos e abastecimento de água.

O supervisor do grupo de trabalho Governança Metropolitana do COMDES, Adriano Ribeiro, que liderou o processo da instituição da Região pelo Conselho, afirma que a partir de agora será preciso muito planejamento e que as prefeituras e Câmaras deverão trabalhar em harmonia para que a região ganhe força e os resultados sejam efetivados.

A partir da aprovação da Lei, os municípios de São José, Biguaçu, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, Antônio Carlos, Águas Mornas, São Pedro de Alcântara, Governador Celso Ramos e a Capital, que juntos somam quase um milhão de habitantes, atuarão de forma integrada e farão parte de uma nova organização administrativa. Problemas como abastecimento de água e energia, coleta de resíduos sólidos, mobilidade urbana, saneamento básico e transporte público serão planejados em conjunto.

A lei prevê a criação da Suderf (Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis), autarquia de regime especial, com autonomia administrativa, orçamentária, financeira e patrimonial. A Suderf atuará coordenando serviços comuns de interesse da região.

O presidente da AEMFLO e CDL-SJ, que também está à frente do COMDES, Marcos Souza, participou da solenidade e comemora a conquista. “É uma vitória para toda a sociedade e entidades de classe. Agora, os desafios que encontramos pela frente são os detalhes operacionais do projeto, que contamos com a sensibilização das prefeituras e câmaras municipais para que no início de 2015 já possamos transformar a região com resultados reais”, declara.

Foto: Carlos Vieira 

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *