Transporte Coletivo: Audiência termina sem acordo
03/06/2014
Lançamento da Campanha Conselheiro Cidadão SC
03/06/2014

Futuro da Lagoa está em debate

A abertura da licitação, na semana passada, para escolha da empresa responsável pelas obras de recuperação na Avenida das Rendeiras, na Lagoa da Conceição, acirrou a discussão sobre a construção ou não de ciclovias. O projeto original da prefeitura de Florianópolis não aponta a construção da via alternativa e moradores contestam e garantem a necessidade do local para ciclistas.

Para discutir esse e outros problemas, um encontro foi marcado para a tarde de amanhã entre a Associação de Moradores da Lagoa (Amola) e o prefeito Cesar Souza Jr.

Se tudo correr bem, a concorrência pública para escolha da empresa que vai revitalizar a avenida deve estar pronta em 60 dias. O secretário de Obras de Florianópolis, Domingos Zancanaro, diz que as ciclovias ainda podem ser incluídas no projeto. Basta o aval do Instituto de Planejamento Urbano (Ipuf). Porém, caso a ciclovia seja aprovada, outras mudanças terão que ser repensadas, inclusive a proibição do estacionamento na via.

– Isso depende da proibição do estacionamento, mas temos aí uma questão comercial. Ou então teríamos que fazer um acrescido para incluir a ciclovia. Essa pequena alteração poderia ser feita, mas depende de uma discussão da comunidade com o Ipuf – afirma Zancanaro.

O presidente da Amola, Alécio dos Passos, lembra que o trânsito na Lagoa, principalmente no verão, é inviável. Para ele é inadmissível que não se pense em uma ciclovia para o local.

– Não concordo que tenha a revitalização sem ciclovia, já que vai mexer, tem que fazer um esforço e incluir – sugere o morador Ari Maravilha, que faz parte da Amola.

No projeto de revitalização da prefeitura – que terá um custo aproximado de R$ 4 milhões – está prevista a troca de pavimento por blocos de concretos e a construção das calçadas ao longo de toda via. A prefeitura estuda ainda a possibilidade de inverter o lado do estacionamento para carros – atualmente paralelo à Lagoa.

As calçadas serão refeitas em toda a via. A obra tem prazo de conclusão de 10 meses, mas o secretário adianta que o cronograma sofrerá atrasos, por conta da temporada de verão, quando poderá ser suspensa.

Outros problemas entram em pauta

Outras situações da Lagoa preocupam os moradores da região e devem ser mencionados no encontro com o prefeito. O principal é a situação da praça Bento Silvério, local de encontro de moradores, artesãos e turistas, que precisa de melhorias.

De acordo com a prefeitura, o projeto para revitalização da praça tem recursos do Estado, via emenda do deputado estadual Edison Andrino (PMDB), no valor de R$ 500 mil. Para fazê-la, o Executivo aguarda a liberação dos recursos.

Outra questão que aguarda uma solução é a ponte de acesso à Avenida das Rendeiras. A construção de uma nova estrutura, maior que a original, estaria orçada em um projeto milionário, sem recursos previstos.

Em obras desde o ano passado, a conclusão da ciclovia na Avenida Osni Ortiga também é aguardada por moradores. Segundo Zancanaro, a previsão é concluí-la até abril de 2015. A obra prevê a construção de 2,8 quilômetros de ciclovia e passeio para pedestres, no lado direito da rua, sentido Lagoa – Rio Tavares.

(DC, 03/06/2014)

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *