Agenda de 28 de outubro à 03 de novembro de 2013
25/10/2013
Obras da Autopista Litoral Sul
28/10/2013

I Jornada de Turismo Social abre nesta segunda

Florianópolis, um dos melhores destinos turísticos do país, será a sede da primeira Jornada de Turismo Social, nos dias 28 e 29 de outubro, no Hotel Sesc Cacupé. Realizado pelo Serviço Social do Comércio em Santa Catarina sob o tema “Transformando pessoas e lugares”, o evento trará uma reflexão sobre a evolução do segmento, com foco na democratização e inclusão social, contribuindo para a ampliação das ações no Brasil.

A abertura nesta segunda-feira (28), será às 10 horas. Entre as autoridades confirmadas para a solenidade estão: Vinicíus Lummertz, Secretário Nacional de Políticas de Turismo, do Ministério de Turismo; Valdir Walendowsky, Secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte; e João Eduardo Amaral Moritz, Presidente da Câmara Empresarial do Turismo.

O evento internacional reunirá palestrantes como Sergio Abitia (México), Verônica Gomez (Canadá) e Ana Lince Amaral (Portugal), além de pesquisadores e profissionais brasileiros como Margarita Barretto, Daniele Lima Gelbcke (do Projeto Acolhida na Colônia), Fabíola Martins (IFSC) e Bernardo Lazary (UFF). Em conferências, palestras e painéis, serão apresentadas iniciativas de sucesso no contexto mundial, além de temáticas relacionadas à democratização do turismo, ao desenvolvimento local e sustentável, educação pelo turismo e inclusão social. Ao mesmo tempo, serão debatidas as práticas não convencionais promotoras do turismo, através da apresentação de cases de sucesso do Sesc. As inscrições podem ser realizadas pelo site www.portal.sesc-sc.com.br/jornadaturismosocial.

A programação inicia com a conferência “Por uma visão humanista e social do Turismo”, apresentada por com Verónica Gomez Aguirre, da Secretaria para as Américas da Organização Internacional de Turismo Social (OITS). Ela abordará a importância do turismo como instrumento de inclusão social, cultural e econômico e da ação educativa para a humanização da atividade e equilíbrio entre as partes inseridas.

Outro destaque é o painel “O turismo como indutor de desenvolvimento local e de sustentabilidade” que apresentará os cases da Estância Ecológica do Sesc no Pantanal e do premiado projeto catarinense Acolhida na Colônia. No Pantanal, a hospedagem está localizada em uma área de preservação ambiental, com padrões sustentáveis e infraestrutura de empreendimento internacional, propiciando o equilíbrio e fomento da economia da região. Já a Acolhida na Colônia, valoriza o modo de vida no campo e transformou pequenas propriedades sem perspectiva de sustentação em acolhedoras estações de turismo rural e agricultura ecológica.

Também estará em debate, a inclusão de públicos prioritários através do Turismo Social, tendo em vista que a indústria ainda está despreparada para atender idosos, portadores de necessidades especiais, analfabetos, obesos. Experiências de Turismo Social no Brasil, cenários e desafios, completam a programação.

Confira mais detalhes do evento

I Jornada de Turismo Social
Data: 28 e 29 de outubro
Local: Hotel Sesc em Cacupé – Florianópolis
Informações e inscrições: portal.sesc-sc.com.br/jornadaturismosocial

Taxas de inscrição:
· Categoria 01: R$ 65,00 – trabalhadores no comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes; estudantes de instituições públicas e privadas (com comprovante);
· Categoria 02: R$ 95,00 – Conveniados, empresários e usuários matriculados no Sesc e seus dependentes; professores de instituições públicas e privadas; turismólogos; guias de turismo; condutores ambientais e culturais; agentes de viagens; hoteleiros; organizadores de eventos;
· Categoria 03: R$ 130,00 – Inteira

Programação:
28/10/2013 (segunda-feira)

08h às 10h – Espaço de Integração e Credenciamento
10h às 10h30 – Mesa de Abertura
10h30 às 12h – Conferência de Abertura: Por uma visão humanista e social do Turismo.
Conferencista: Verónica Gomez Aguirre (Montreal/Canadá) – Organização Internacional de Turismo Social (OITS)
12h às 14h – Intervalo
14h às 16h – Palestra: O turismo social como instrumento de desenvolvimento e valorização de culturas.
Palestrante: Flávia Roberta Costa – Sesc em São Paulo
16h às 16h30 – Intervalo
16h30 às 18h – Painel: A inclusão de públicos prioritários através do Turismo Social.
Moderadora: Dra Margarita Barretto – Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Ana Lynce Amaral – Fundação Inatel (Lisboa/Portugal)
Carlos Falcão – Serviço Social do Comércio (Sesc)
Verônica Gomez – Organização Internacional de Turismo Social (OITS)
18h às 18h30 – Encerramento
* O evento terá tradução simultânea.

29/10/2013 (terça-feira)
08h às 09h – Espaço de Integração
09h às 10h45 – Palestra: As contribuições do turismo social para o turismo doméstico.
Palestrante: Bernardo Lazary Cheibub – Universidade Federal Fluminense (UFF)
10h45 às 12h – Painel: O turismo como indutor de desenvolvimento local e de sustentabilidade.
Mediadora: Dra. Fabíola Martins dos Santos – Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC)
Daniele Lima Gelbcke – Projeto Acolhida na Colônia Santa Catarina
Cristina Cuiabália Neves – Sesc em Pantanal
12h às 14h – Intervalo
14h às 16h – Painel: Cases de Sucesso: Experiências de Turismo Social no Brasil
Mediadora: Patrícia Carmo – Sesc
Giana Borges – Sesc-RS
Silvia Hirao – Sesc-SP
16h às 16h20 – Intervalo
16h30 às 18h – Conferência de Encerramento: Os cenários e desafios do Turismo Social.
Conferencista: Sergio Rodriguez Abitia (Ciudad del Mexico/México) – Universidade Nacional Autônoma de México
18h às 18h30 – Encerramento
* O evento terá tradução simultânea

Sobre palestrantes e mediadores

Ana Lynce Amaral (Lisboa/Portugal): Mestre em bioética, especialista em gestão de empresas e licenciada em economia. É coordenadora do Departamento de Relações Internacionais, Turismo, da Fundação Inatel – Portugual. www.inatel.pt

Bernardo Lazary Cheibub: Doutorando em História, Política e Bens Culturais pela Fundação Getúlio Vargas, onde pesquisa a História do Turismo Social no Sesc; Mestre em Estudos do Lazer pela Universidade Federal de Minas Gerais, na qual realizou pesquisa sobre o projeto Turismo Jovem Cidadão – Sesc-Rio; Bacharel em Turismo pela Anhanguera Educacional. Professor e Pesquisador da Faculdade de Turismo e Hotelaria da Universidade Federal Fluminense, onde ministra a disciplina “Turismo Social”. Líder do grupo de pesquisa TURis – Turismo, Meio Ambiente Urbano e Inclusão Social – da Universidade Federal Fluminense. Nos últimos sete anos se dedica às pesquisas relacionadas ao Turismo Social: história, concepções, políticas e ações. Em 2013 recebeu financiamento do Santander Mobility Funding para a realização de uma pesquisa comparativa sobre o Turismo Social no Brasil e na Europa pela Universidade de Surrey (Inglaterra), junto com a Dra. Lynn Minnaertt, referência mundial no tema.

Carlos Henrique Porto Falcão – Bacharel em Turismo, técnico de Turismo Social do Departamento Nacional do SESC e docente do curso superior de Turismo da UVA/RJ. Coordenou capacitações técnicas para empresas turísticas e programas de educação profissional do Setor. Foi relator do Grupo Técnico Temático (GTT) Turismo Social da Câmara de Segmentação do Ministério do Turismo.

Cristina Cuiabália Neves: Doutoranda em Ciência Ambiental da Universisade de São Paulo. Mestre em Geografia, na área de concentração Ambiente e Desenvolvimento Regional pela Universidade Federal do Mato Grosso. Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Mato Grosso. Atualmente é Gerente de Infraestrutura da RPPN Sesc em Pantanal. É pesquisadora pela USP, do Núcleo de Apoio a Pesquisa sobre Populações Humanas em áreas úmidas brasileiras. Pesquisadora do grupo de Pesquisa em Geografia Agrária e Conservação da Biodiversidade do Pantanal (GECA) da Universidade Federal de Mato Grosso.

Daniele Lima Gelbcke: Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina, Graduação em agronomia pela UFSC. Presta consultoria para o desenvolvimento do agroturismo em SC, em diversos projetos da Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia, apoiados pelos Ministérios do Turismo e do Desenvolvimento Agrário, Governo de Santa Catarina e, entidades privadas como BOVESPA Social e TAM Viagens.

Flávia Roberta Costa: Mestre em Ciências da Comunicação (Turismo) pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), especialista em Estudos em Museus de Arte (Museologia) pelo Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC/USP) e bacharel em Turismo também pela ECA/USP. Atualmente é Gerente Adjunta de Programas Socioeducativos do SESC no Estado de São Paulo e por mais de uma década coordenou o Programa de Turismo Social na mesma instituição. Desde 2004 é Administradora da Secretaria para as Américas da Organização Internacional de Turismo Social (OITS Américas) e representante do SESC em São Paulo nessa mesma organização. Desde 2008 é conselheira da Associação Brasileira de Bacharéis em Turismo (ABBTUR/SP). Publicou em 2009 o livro “Turismo e Patrimônio Cultural: interpretação e qualificação” e, anteriormente, diversos artigos sobre turismo social e turismo cultural.

Fabíola Martins dos Santos: Professora e Coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Hotelaria do Instituto Federal de Santa Catarina M (IFSC). Possui Doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com a defesa do trabalho de Tese intitulado: “Geografia das Redes Hoteleiras: Mundo, Brasil e Santa Catarina”; Mestrado em Turismo e Hotelaria pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali); Especialização em Marketing para Gestão Empresarial pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Especialização em Planejamento e Gestão Hoteleira e Graduação em Turismo e Hotelaria pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Giana Borges: Bacharel em Turismo, Pós-graduada em Administração Hoteleira e Elaboração de Projetos Sociais e Culturais. Experiência na área de coordenação de Turismo em nível estadual, elaboração e realização de projetos, realização de capacitações em turismo, implantação e obtenção da Certificação ISO 9001:2008, participação como membro convidado em grupos de estudos e projetos da Fundação Getúlio Vargas e Ministério do Turismo, atualmente executiva responsável pelo Turismo Social do Sesc-RS.

Margarita Barretto: Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1998), mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1993) e graduação em Turismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1984). Fez estágio de Pós Doutorado em Antropologia na UFSC (2002). É professora da Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB), pesquisadora do CNPq e Professora Voluntária na Universidade Federal de Santa Catarina, onde também cursa Museologia.

Patricia Carmo dos Santos: Bacharel em Turismo graduada pela Universidade Veiga de Almeida/RJ, com especializações em Políticas Públicas do Turismo, Pobreza, Desigualdade e Exclusão Social e Gestão Cultural.Técnica de Turismo Social do Departamento Nacional do Sesc desde 2002, autora do Projeto Redes Estaduais de Turismo Social.

Sergio Rodriguez Abitia (Ciudad del Mexico/México): Bacharel em turismo, mestre em engenharia de imagem publica, é docente da Universidade Nacional Autônoma de México e consultor autônomo. Foi presidente da OITS Américas, gerente para Europa e Ásia do Conselho de Promoção Turística do México, Coordenador Nacional de Patrimônio e Turismo e participou de projetos de desenvolvimento turístico no México, Peru, Costa Rica, entre outros

Silvia Eri Hirao: Bacharel em Turismo pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo – USP e mestre em educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo – USP. Foi fundadora do projeto de extensão Grupo de Turismo Social Rosa dos Ventos, da Universidade de São Paulo. Atualmente integra a coordenação de Turismo Social do Sesc-SP.

Verónica Gómez Aguirre (Montreal/Canadá): É diretora da Secretaria para as Américas da Organização Internacional de Turismo Social. Foi coordenadora do programa “Por una juventud ciudadana en turismo” uma campanha de sensibilização para o turismo social, realizada en Montreal con mais de 4500 jovens. Desde 2009, dirige também as atividades para a juventude da OITS Américas, que favorece a educação de jovens através das viagens.

(Adjori-SC, 25/10/2013)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *