Clipping

Projeto Ciclofaixa de Domingo continua na Beiramar Continental




Ciclista ou não, moradores e visitantes tem mais um motivo para sair de casa e praticar atividades físicas aos domingos.

O projeto do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) e do vereador Pedrão, que fecha as pistas da Beiramar Continental das 8h às 17h para o uso exclusivo de bicicletas, a Ciclofaixa de Domingo agora é permanente. São cinco quilômetros de via, que inicia na praia do Itaguaçu, passa pelo parque de Coqueiros e termina na Avenida Poeta Zininho, no Estreito.

Na capital catarinense o projeto teve início no final de julho com apenas uma pista da Beiramar Continental fechada, mas depois de pedidos da comunidade a CicloFaixa de Domingo foi ampliada: agora todas as faixas são para uso exclusivo de ciclistas. O mesmo aconteceu em outras cidades brasileiras, como Curitiba, São Paulo e Brasília, onde o projeto também foi bem recebido pela comunidade.

O coordenador do Bike Anjo, Vinícius Leyser da Rosa acredita que a ciclofaixa deveria ser expandida para uma ciclovia permanente, e aos domingos apenas ter atrativos para as famílias: “A bicicleta seria o meio de transporte para chegar a esse evento. Para mim, é angustiante ver o bairro de Coqueiros tranquilo para pedalar nos domingos, mas perigoso nos outros dias da semana. Muita gente assume que tem vontade de usar a bicicleta no dia a dia mas não usa por medo”.

É o caso da empresária Simone Kremer, que costuma andar de bicicleta nas calçadas: “Não tenho espaço para pedalar no Continente, por isso acho legal que exista um lugar para isso, mesmo que seja só aos domingos”. Hoje ela passeia de patins e bicicleta com as duas filhas na ciclofaixa. Mas outros atrativos para as famílias como: piscina de bolinhas e mini traves logo estarão disponíveis.

O diretor de planejamento urbano do IPUF, Dácio Medeiros assegura que existem planos para expandir o projeto. A partir da próxima semana, por exemplo, o horário da Ciclofaixa irá até às 18h e barracas de aluguel de bicicleta serão implementadas. A ligação ilha-continente por meio da via também faz parte dos planos de ampliação do projeto. Segundo o diretor, é preciso primeiro criar uma cultura do respeito à bicicleta para então pensar em tornar a Ciclofaixa de Domingo uma via permanente: “Precisamos também qualificar a via onde o projeto está inserido. Não há como manter a ciclofaixa como via no trânsito dos dias de semana”.

O estudante de Ciências Sociais, Guilherme Moura argumenta que ainda falta tolerância dos motoristas: “Como ciclista, passo pelo local em outros dias da semana, e já escutei algumas coisas como ‘a ciclofaixa é só no domingo’ e ‘vai para a calçada’”. Ele deseja a expansão da ciclofaixa, pois acredita que muitas pessoas estão aprendendo e reaprendendo a andar de bicicleta devido a ela, desde crianças até pessoas de mais idade

A segurança fica por conta da equipe de 15 funcionários da Guarda Municipal, que às 6h30 colocam os cones de separação entre pistas e às 17h os retiram. Como a via tem cinco quilômetros, muitos lugares ainda não possuem sinalização, por isso dependendo de onde o motorista estacionar seu carro ele pode ser multado. “Quanto à interrupção do trânsito nos domingos, nós não recebemos nenhuma reclamação, por enquanto foi só elogios” constatou o sub-diretor da Guarda Municipal, Rogério Martarello. Para ele, a Ciclofaixa é uma experimentação: “Não podemos criar ciclofaixas de um dia para o outro, as pessoas têm que ir se acostumando. Mas aos poucos, acho que é possível criar mais pistas para bicicletas e fazer com que os condutores virem ciclistas”.

(Larissa Gaspar, Floripa News, 23/09/2013)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.