Projeto Viva a Cidade ganha mais força
06/09/2013
Santa Catarina é destaque pela sétima vez como Melhor Destino Turístico do Brasil
06/09/2013

Artigo de Gean Loureiro, presidente da Fatma (DC, 06/09/2013)
Vivemos em constante luta por uma qualidade de vida melhor. E quando falamos de qualidade de vida, consequentemente, no mundo moderno, nos vem a dita mobilidade urbana na cabeça. Sim, pois poder nos movimentar pela cidade, sem filas, sem estresse, virou nosso maior desafio e objetivo. Mas quando falamos de mobilidade urbana, talvez tenhamos esquecido de um meio de transporte individual, com quatro rodas, que sofre muito com as barreiras arquitetônicas das cidades. É a cadeira de rodas.
Enquanto cidadão e político, sempre lutei pela acessibilidade e inclusão social, imaginando como é difícil ser independente sentado numa cadeira de rodas. A vida resolveu me testar e me mostrou que a realidade é muito mais complicada. Eis que estou aqui, mesmo que temporariamente, me locomovendo com uma cadeira e sentindo na pele como temos que evoluir em acessibilidade. Parece banal, mas o simples fato de atravessar uma rua na faixa de pedestres é um desafio. A maioria delas, ao final, não tem sequer rampa para subir na calçada. E os bueiros, buracos, imperfeições nas calçadas, o que dizer? Obstáculos olímpicos!
A acessibilidade é um trabalho de adaptações constantes, que nunca acaba. E quando saio para trabalhar ou passear começa uma prova de obstáculos. Nossas cidades não foram construídas para serem acessíveis. Apesar das limitações, mesmo temporárias, continuo a rotina normal, ou quase isso. Mas é inegável que simples obstáculos arquitetônicos trazem desconforto e até desânimo ao cadeirante.
Se quisermos vencer desafios como a inclusão social, precisamos atacar os simples obstáculos.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *