Revitalização da praça da Praia do Meio, em Coqueiros, poderá ser entregue até o final do ano
20/08/2013
Florianópolis será contemplada com mais de R$ 20 milhões no PAC Cidades Históricas
20/08/2013

Lei Cidade Limpa é tema de debate na UFSC

O debate Lei Cidade Limpa pede paisagem acontecerá nesta quinta-feira, 22 de agosto, das 19 às 22 horas, no auditório do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, na Universidade Federal de Santa Catarina.
O evento vai reunir profissionais de diferentes áreas, vereadores e representantes de entidades e organizações sociais, como a OAB/SC (Ordem dos Advogados do Brasil), a AsBEA/SC (Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura) e o Movimento Floripa Cidade Limpa. O arquiteto e professor universitário César Floriano dos Santos, atual secretário adjunto da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente de Florianópolis, apresentará o Projeto de Lei Cidade Limpa, que tramita na Câmara do Vereadores e deve ser votado no mês que vem.
“Florianópolis é uma ilha com 70% de área preservada, 250 quilômetros de borda d’água e um rico patrimônio cultural. Este cenário determina um posicionamento de preservação de paisagem, conservação de pontos focais e vias panorâmicas, isto por um lado”, acentua Cesar Floriano. Sobre a questão da mídia externa, o secretário diz que tudo fugiu do controle, “neste sentido é preciso limpar, determinar um marco regulador radical e eficiente. Além da despoluição o que muda é a percepção das pessoas, o sentido de cuidado com a paisagem e uma gestão pública de maior controle”.
A insatisfação com a descaracterização do espaço urbano foi o mote para a criação do Movimento Floripa Cidade Limpa, em 2011. O objetivo do grupo é a aprovação de uma lei que assegure a implantação de normas adequadas para a mídia visual externa, seguindo o exemplo de outras cidades brasileiras, dentre elas São Paulo. “O principal patrimônio de Florianópolis é sua beleza natural, mas as paisagens que tanto orgulham os moradores e turistas estão ofuscadas pela propagação de outdoors e painéis sem critérios de tamanho e localização”, diz a professora Paula Bragaglia, uma das organizadoras do Floripa Cidade Limpa.
O Movimento já recolheu 3700 assinaturas através de abaixo-assinados que circulam na cidade e na internet: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N10491. Floripa Cidade Limpa tem uma página no Facebook que já conta com mais de 1000 seguidores: http://www.facebook.com/floripacidadelimpa.

(Portal da Ilha, 19/08/2013)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *