Propostas de planejamento para Florianópolis
22/05/2013
Sobre os contornos regulatórios
22/05/2013

FloripAmanhã entrega ao prefeito Estudos do Plano de Ordenamento Náutico e do Plano Diretor

A presidente da FloripAmanhã, Zena Becker, esteve na prefeitura nesta segunda-feira, dia 20/05, a convite do prefeito da capital, Cesar Souza Junior, que pediu para rever os Estudos sobre o Plano Diretor e o Estudo Complementar para a implantação do Plano de Ordenamento Náutico, lançados em março. A presidente da Associação fez a entrega oficial das duas publicações ao prefeito.

Zena Becker destaca que a receptividade de Cesar Souza Jr. foi muito positiva. “O prefeito foi muito atencioso. Ele garantiu que vai ler os estudos com atenção, para entender tudo, e que depois voltaremos a conversar. De antemão ele enfatizou que os Estudos sobre o Plano Diretor são a maior contribuição que a sociedade civil já fez para a prefeitura de Florianópolis”, ressalta.

O prefeito está organizando o Projeto Orla e também aproveitou o encontro com a presidente da FloripAmanhã para convidá-la a participar do projeto.

Estudos sobre o Plano Diretor

A Associação FloripAmanhã coordenou um grupo de trabalho multidisciplinar voluntário que compilou na publicação doze pareceres técnicos apresentados por arquitetos, engenheiros, economista, advogado, biólogo e oceanógrafo. O objetivo dos estudos é colaborar para o aprimoramento da proposta de Plano Diretor de Florianópolis por meio de recomendações e sugestões de caráter técnico.

O trabalho é uma iniciativa do COMDES – Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis com coordenação geral da FloripAmanhã e coordenação técnica da arquiteta Sílvia Ribeiro Lenzi. Foi realizado entre abril e novembro de 2012, com a participação do Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo de Santa Catarina – CAU SC; o Conselho Regional de Economia de Santa Catarina – CORECON SC; o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina – CREA SC e a Ordem dos Advogados do Brasil – Santa Catarina – OAB SC.

A publicação está disponível para download em floripamanha.org/estudos-plano-diretor (clique para baixar).

Estudo Complementar para a implantação do Plano de Ordenamento Náutico do Município de Florianópolis

O Projeto de Estudo Complementar para Implantação do Plano de Ordenamento Naútico começou em 2011 e depois de seis meses de pesquisas criou uma base técnico-científica para embasar a regulamentação das atividades náuticas em Florianópolis. O objetivo do Projeto é permitir a preservação do ambiente costeiro da cidade e o desenvolvimento de atividades como o transporte hidroviário, turismo náutico, aquicultura e pesca.

Entre junho e setembro de 2012 foram realizadas cinco oficinas em regiões diferentes da capital para a apresentação do Projeto para a comunidade. A partir disso, os estudos foram compilados e estão disponíveis para download desde o lançamento, no dia 21/03/2013. Baixe o Estudo do Plano de Ordenamento Náutico.

O Projeto vai ao encontro das estratégias delineadas no Floripa 2030 – Agenda Estratégica de Desenvolvimento Sustentável de Florianópolis na Região, projeto que direciona a atuação da FloripAmanhã.

O Estudo Complementar para a implantação do Plano de Ordenamento Náutico é uma iniciativa da FloripAmanhã com apoio da Fecomércio-SC, CDL-Florianópolis, AEMFLO/CDL-São José, Florianópolis e Região Convention & Visitors Bureau, Videoteca Videolocadora, Sindimóveis-SC, Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Florianópolis, Orsitec Assessoria Contábil e Empresarial, Pedro Paulo de Abreu e Renato Odecio Kock.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *