Cidadania (mutirão de limpeza na Barra da Lagoa)
09/12/2011
Prefeitura avança nas negociações do Terminal Cidade de Florianópolis
09/12/2011

Era previsível: a tranqueira continua

Por Carlos Damião (ND, 09/12/2011)
A impaciência continua dominando a cabeça dos motoristas da Grande Florianópolis no cotidiano. Mesmo com a inauguração do elevado Carl Hoepcke, as filas na região continental continuam “normais” – em suma, como diz aquele grafite, “andamos muito parados”. O grande problema, que discutimos amplamente no A Cidade na Record (Record 1470), na quinta-feira (08/12) cedo, foi a expectativa criada em torno do elevado, como se o equipamento fosse acabar com os gargalos da mobilidade urbana.
Não acabou e não vai acabar, por um motivo muito simples: a dificuldade do trânsito continua nos acessos à Ponte Pedro Ivo Campos, não no fluxo da região central da Ilha, melhorado graças ao elevado. Aliás, a quarta ligação projetada pelo governo do Estado só funcionará se os acessos forem bem amplos e livres, sem sinaleiras, lombadas e outros obstáculos do gênero.
Insistência
Roberto Machado lembra que, em nossa infância e adolescência, conhecíamos as pontes Colombo Salles e Hercílio Luz como, respectivamente, “ponte nova” e “ponte velha”. Foi a mídia, informando de forma correta, que impôs os nomes certos dos equipamentos. Então, essa história do “vou no popular” para designar o elevado Carl Hoepcke, é desculpa esfarrapada de alguns. Alguns que, pior, ainda se acham certos.
Só um hífen
Por Sérgio da Costa Ramos (DC, 08/12/2011)
Aplausos à Prefeitura e à empreiteira contratada pela rápida execução do elevado Carl Hoepcke, que deveria ser inaugurado apenas em julho do ano que vem. Há plena “razoabilidade” no prazo que acabou acontecendo: para um viaduto de 390 metros, dez meses se provaram mais do que suficientes; um ano e meio é que seria um exagero.
Pena que seja uma pequena obra apenas “coadjuvante”, num puzzle muito maior: que inclui a duplicação da Via Expressa, marco zero da BR-282 – que há 10 anos deveria estar pronta – e o tão discutido “Ring Road” da BR-101, que sequer conta com um projeto. Aí, entram Dnit, Ministério dos Transportes e governo do Estado.
Lá por 2020 tudo estará pronto.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *