Clipping

Debate sobre permanência da UDESC em Coqueiros tem saldo positivo




Para o vereador João Aurélio Valente Júnior , a Audiência Pública que ocorreu na quinta feira, 17 de novembro na Câmara de Vereadores de Florianópolis, sobre a permanência da UDESC/CEFID em Coqueiros cumpriu o objetivo. Ao final da reunião, ficou acertado um encontro entre IPUF, UDESC e Associação de Moradores de Coqueiros. A Audiência Pública foi solicitada pelo vereador João Aurélio Valente , presidente da Comissão de Viação, Obras Públicas e Urbanismo.

Com a proposição de alteração, de autoria do vereador Cesar Faria, e solicitação de pareceres prévios ao IPUF e Floram e Audiência Pública (encontro das partes interessadas) motivaram reunião , de caráter emergencial, com data a definir para decidir de forma positiva em favor da ampliação da estrutura da UDESC/CEFID localizada na parte continental de Florianópolis.

Além dos parlamentares, representantes da Universidade e comunidade debateram sobre a questão. A representante do IPUF solicitou um “Caderno de Intenções” e fez breves relatos sobre o impacto da vizinhança e principalmente a questão viária envolvida no processo. A solicitação foi imediatamente aceita pela instituição, representada pelo professor Darlan Maurício.

Édio Fernandes, o Jajá também fez pronunciamentos referentes à questão envolvendo a instituição e a comunidade local e conceituou o projeto qualificando-o como sendo um “Projeto do Bem”.

Reportagem do Jornal Folha de Coqueiros

Em setembro de 2008, a Folha de Coqueiros publicou matéria exclusiva alertando para a possível saída do Centro de Ciências da Saúde e do Esporte da Universidade de Santa Catarina (Cefid-Udesc) de Coqueiros. Passados três anos, o Cefid continua ameaçado e nenhuma solução foi tomada para contornar o problema de falta de espaço físico.

Na busca de uma saída, está tramitando na Câmara de Vereadores de Florianópolis Projeto de Lei Complementar PLC 1126/2011, de autoria do vereador César Faria, que altera o zoneamento do terreno ocupado pela instituição. A proposta – a pedido da direção – é transformar a área de AVL- Área Verde de Lazer- (onde estão o campo, pista de atletismo e ginásio 1) para uma ACI (Área Comunitária Institucional), liberando o máximo possível pela lei de área construída.

O projeto, que deu entrada no legislativo dia 14 de junho, já recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça. Encaminhado, agora, para Comissão de Viação, Obras Públicas e Urbanismo, o projeto segue para audiência pública tão logo acabe o recesso parlamentar em 1º de agosto. A proposta apresentada pelo vereador é transformar todo o terreno do Cefid – 12 mil metros quadrados- em uma AMC-4 (Área Mista Central-4), que permitiria a construção de prédio de até seis andares.

“Com a mudança, poderíamos demolir as estruturas antigas e fazer um prédio mais moderno com melhor ocupação”, afirma o diretor geral do Cefid, Darlan Matte, lembrando que a troca de zoneamento é específica para a área do centro para não comprometer a urbanização do bairro. “Sabemos da importância do Cefid para Coqueiros e estamos procurando alternativas para permanecer no lugar”, acrescenta Darlan. Outro benefício seria a redução no número de veículos na Rua Pascoal Simone, onde está localizado o Cefid, já que aumentariam as vagas de estacionamento interno.

Segundo ele, com o crescimento de cursos, novos alunos e professores seriam necessários, no momento, mais duas salas de aula e laboratórios para atender o recém-aberto curso de mestrado em Fisioterapia – o primeiro do Sul do Brasil – além de outros como o doutorado em Ciências do Movimento Humano, inaugurado em 2009. Com mais espaço, os planos de expansão para o futuro é criar a residência em Fisioterapia e doutorado.
“Estamos trabalhando no limite de ocupação. Atualmente, são 12 salas de aula ocupadas de manhã, à tarde e à noite. Então, não temos ociosidade de espaço”, atesta Darlan. Para driblar a crise, estão sendo ocupadas três casas próximas à instituição.

Em paralelo à falta de salas de aula e laboratórios, o Cefid – que mantém há 38 anos um dos tradicionais cursos de Educação Física do país, também está impedido de ampliar a academia de musculação e construir um complexo esportivo. “A saída foi encaminhar os alunos para fazer estágio na academia de musculação no prédio da reitoria da Udesc, no Itacorubi”, lamenta Darlan.

SOLUÇÃO:

Diante do problema, estão sendo projetadas algumas possibilidades: ou se encontra uma solução para permanência do Cefid em Coqueiros ou a instituição se transfere ou para o Sapiens Parque, em Canasvieiras, Norte da Ilha, ou para outro local (a direção já recebeu convite de outro município, mas, por enquanto, prefere não divulgar). Com certeza, as duas últimas propostas vão causar impacto negativo no bairro uma vez que um grande número de pessoas da comunidade se beneficia com os programas de extensão. Já a primeira versão vai depender da sensibilidade dos vereadores da Capital e, conseqüentemente, dos moradores que serão ouvidos em audiência pública.

(Câmara Municipal de Florianópolis, 18/11/2011)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.