Cidades podem ficar sem ter onde colocar o lixo
30/06/2011
Renascimento do MASC
30/06/2011

Complexo logístico

O Grupo EBX, do empresário Eike Batista, promete tornar público, no prazo de 20 dias, o projeto para a implantação de um complexo logístico em um terreno de 2,7 milhões de metros quadrados em Biguaçu. A propriedade foi comprada quando o grupo adquiriu o terreno onde pretendia construir um estaleiro no município e situa-se no Bairro Estiva. Na terça-feira, representantes do conglomerado apresentaram à prefeitura local uma versão preliminar do projeto, que está sendo formulado para atender a Região Sul e os países do Cone Sul.

Evidencia-se a importância do empreendimento – cujo custo será divulgado quando o projeto completo for apresentado – para a economia regional e estadual. Ressalta o seu caráter dinâmico, inovador e multiplicador. Ademais, ajusta-se com perfeição à nova vocação que se afirma na economia da Grande Florianópolis, que está se transformando em um dos maiores centros produtores de tecnologia de ponta e outras indústrias “limpas” do país. A versão preliminar do projeto prevê áreas para armazenagem, escritórios, com foco em empresas de tecnologia e call centers, áreas de aduana para empresas importadoras e exportadoras, hotel, shopping outlet, áreas integradas de lazer e uma área destinada a reparos de veículos de carga (truck center).

Registre-se que, por suas características e finalidades, tais como descritas na sua versão preliminar, o futuro complexo logístico de Biguaçu, que colocará o município, definitivamente, na rota do desenvolvimento socioeconômico, coaduna-se, também, com a preservação do multifacetado e frágil ecossistema da região litorânea.

Os poderes públicos hão de fazer sua parte, principalmente em matéria de infraestrutura viária e de incentivos, para que o projeto se concretize aqui mesmo e não “emigre” para outras bandas. Assim se espera e assim se deseja.

(DC, 30/06/2011)

Tecnologia de SC ao estaleiro da OSX

Da coluna de Estela Benetti (DC, 30/06/2011)

Enquanto a diretoria da OSX Brasil se concentrava na busca das licenças ambientais para instalar o estaleiro no Rio, a Fundação Certi, instituição que mantém parceria com a empresa do grupo do empresário Eike Batista, formou uma unidade no Sapiens Parque, com foco na oferta de tecnologia para construção naval.

– O principal objetivo do Sapiens Parque é desenvolver tecnologia para essa área, especialmente de solda a laser e robótica para ampliar a produtividade – diz o superintendente da Fundação Certi, José Eduardo Fiates.

Já foi constituído um convênio entre a Fundação Certi, a empresa Welle Laser e a OSX para solda a laser. O projeto poderá ser financiado pela Finep.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *