Clipping

Um ano para ficar pronta a ponte do rio Ratones




Na mais otimista das previsões, a Rua João Januário da Silva, no Bairro Ratones, em Florianópolis, deve chegar perto de completar um ano interrompida antes de ser liberada novamente para o tráfego. Em janeiro deste ano, uma enxurrada destruiu a ponte próxima ao posto de saúde da comunidade.

A estrada é a principal ligação entre os bairros Ratones e Vargem Pequena. Há cinco meses, os moradores do local precisam se arriscar em travessia a pé pela estrutura danificada, pois não há alternativas para atravessar o rio nesse ponto. A única possibilidade mais segura é fazer um trajeto de quase quatro quilômetros para atingir a outra margem.

– Precisamos correr o risco. Não tem como andar quatro quilômetros para percorrer apenas uma distância normalmente de 200 metros. E não sou só eu. Mães com filhos e idosos também passam por aqui para ir ao posto de saúde – criticou a dona de casa Ana Paula Oliveira.

Moradores da região já reuniram-se para pedir uma solução e fizeram até um abaixo-assinado. Porém, a solução dificilmente vem antes do fim do ano, segundo a prefeitura. O processo de licitação para contratar uma empreiteira termina no dia 31 deste mês. Depois disso, serão até 15 dias para a assinatura do contrato.

Se não houver questionamentos por parte do Tribunal de Contas do Estado ou de empreiteiras que perderem a concorrência, as obras começam cerca de um mês depois e devem durar, no mínimo, quatro meses. Está previsto um gasto de R$ 400 mil para a recuperação da ponte.

– Não arrumamos antes porque estávamos estudando a melhor forma de construir uma ponte que resistirá a eventuais enxurradas – justificou o secretário municipal de Obras, Luiz Américo Medeiros.

(Pedro Rockenbach, DC, 21/05/2011)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.