Preservação durante todo o percurso do Volta à Ilha
25/04/2011
Viabilização do novo terminal do aeroporto Hercílio Luz sofre novos atrasos
25/04/2011

Tráfego muda na SC-401 na Capital

O trânsito na SC-401, entre os os trevos de Jurerê e Ingleses, no Norte da Ilha, em Florianópolis, vai mudar a partir de hoje. A mudança é necessária para a construção do viaduto da Vargem Pequena. A obra faz parte da primeira etapa de duplicação da rodovia, que liga o Centro às praias do Norte da Capital.
Quem trafega entre o Centro e as praias do Norte, ou no sentido contrário, precisará pegar desvios na rodovia no Km 16, onde será construído o viaduto. Mas as principais mudanças serão para quem entra ou sai do bairro da Vargem Pequena (confira os detalhes no mapa).
Na região, há uma passarela para pedestres. Ela deve ser desativada até maio, quando a travessia da rodovia passará a ser feita nas faixas de segurança, onde ficarão os semáforos.
O tráfego pela rodovia, fora da temporada, é em média de 25 mil veículos por dia. Uma estimativa considerado alta. Por isso, a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) prevê que as mudanças devem gerar filas. Em contrapartida, a polícia militar rodoviária promete ter equipes na região para orientar os motoristas.
A previsão de conclusão das obras no viaduto e da duplicação para a primeira etapa é novembro. A pavimentação, que começa na metade do ano, deve durar quatro meses. A ideia é construir as duas faixas antes da temporada. A rodovia será usada durante o verão e, em seguida, a pista atual será fechada para recuperação.
(DC, 25/04/2011)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *